Programa de auxílio ao agricultor na extrema pobreza libera primeira parcela para famílias cadastradas

A partir de hoje (14), mais 1.138 agricultores extremamente pobres poderão sacar a primeira parcela, de R$ 1 mil, do Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais, dos ministérios do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e do Desenvolvimento Agrário (MDA). De acordo com o governo, os recursos, não reembolsáveis, visam a estimular atividades produtivas sustentáveis e agroecológicas e o dinamismo dos territórios rurais, com a orientação dos beneficiários sobre as oportunidades econômicas nas cadeias produtivas locais.

Segundo o diretor de Fomento à Produção da Secretaria de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS, Marcos Dal Fabbro, 25 mil famílias estão cadastradas no programa, que abrange a população rural em situação de extrema pobreza, principalmente no Semiárido Nordestino, com renda per capita de até R$ 70 por mês. Segundo ele, todas devem receber a primeira parcela do benefício até julho.

Os produtores que receberão os recursos este mês estão distribuídos por 56 municípios da Bahia, do Ceará, de Sergipe, Pernambuco e Minas Gerais. Em janeiro, 685 famílias de 72 municípios receberam a primeira parcela dos recursos, que é complementada com mais R$ 1,4 mil, divididos em duas vezes no período de um ano. A quantia é liberada após a aprovação de um projeto de produção feito e assinado entre o serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) e os produtores

Dal Fabbro disse que a Ater continua acompanhando a produção familiar após a aprovação do projeto. A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) doa as sementes, principalmente de hortaliças, feijão e milho. O pagamento aos produtores beneficiados este mês segue o mesmo calendário do Bolsa Família, com o uso do mesmo cartão de benefícios. Quem, por algum motivo, está com o cartão suspenso, deve usar o cartão do cidadão para sacar o dinheiro do programa de fomento.

Por: Danilo Macedo
Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Vinicius Doria

Deixe um comentário