Roraima recebe curso que capacita produtores ao acesso de ferramenta para negociação de produtos

O Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) promoveu ontem (24), em Roraima, mais um curso de capacitação de cooperativas e associações rurais e indígenas, para acesso à Rede Brasil Rural. Trata-se de ferramenta virtual, disponível no site do MDA, destinada à divulgação das possibilidades de negociação dos produtos da agricultura familiar. A rede viabiliza também a logística para aquisição de insumos pelos produtores.

O curso deverá capacitar e cadastrar, neste semestre, 1,6 mil entidades, beneficiando mais de 200 mil agricultores em todo o país.

A ferramenta foi lançada em dezembro passado, em Porto Alegre, em evento que contou com a participação da presidenta da República, Dilma Rousseff, e do ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence. O BNDES vai participar da Rede Brasil como agente financiador e os Correios cuidarão de toda a logística para a entrega de produtos, tanto para os agricultores, quanto para os clientes destes.

Ao fazer o cadastro no site do MDA, as cooperativas passam a contar com mais facilidade de comunicação para compras e vendas, inclusive em relação ao mercado externo. A previsão do ministério é ter mais facilidade para a aquisição de alimentos para a merenda escolar. A lei prevê que no mínimo 30% dos recursos destinados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação sejam utilizados na compra de produção da agricultura familiar.

A venda de produtos da agricultura familiar é facilitada quando os produtores entregam à Secretaria de Agricultura Familiar do MDA, ou aos órgãos que a representam nos estados, a declaração de aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). A declaração deve trazer dados sobre a produção, a área plantada, o número de pessoas do grupo, a composição da força de trabalho e da renda e o endereço completo.

O trabalho de capacitação das cooperativas para a Rede Brasil Rural vai abranger dez estados neste semestre. Os próximos locais que receberão o curso serão Pelotas, Santo Augusto, Sarandi e Erechim, municípios do Rio Grande do Sul; e Fortaleza, capital do Ceará. Cooperativas de Salvador foram capacitadas no início do mês e também anteriormente produtores de Minas Gerais, São Paulo, do Paraná, de Santa Catarina e Goiás.

Por: Lourenço Canuto
Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Lana Cristina

Deixe um comentário