Colin Firth lança campanha para salvar ‘a tribo mais ameaçada do mundo’

Colin Firth faz apelo para salvar os Awá da extinção

A ONG Survival International lançou nesta quarta-feira (25) uma campanha para salvar os índios da etnia awá, do Maranhão, tendo como protagonista o ator britânico Colin Firth, que recebeu no ano passado o Oscar de melhor ator pelo filme “O Discurso do Rei”.

A campanha visa persuadir o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, a enviar a Polícia Federal para expulsar os madeireiros, fazendeiros e colonos, e mantê-los fora do território indígena. A Survival considera os awá a tribo a mais ameaçada do mundo.

Os awá são uma das duas tribos nômades de caçadores-coletores remanescentes no Brasil. A população é estimada em 360 pessoas. Muitos são sobreviventes de massacres brutais. Acredita-se que até 100 indígenas estão se escondendo na floresta e procuram refúgio contra a destruição constante.

O território dos awá foi invadido por madeireiros ilegais, fazendeiros e colonos. A destruição devastadora da floresta dos indígenas está acontecendo a uma ritmo mais rápido do que qualquer outro território indígena na Amazônia.

Os awá e outros povos indígenas viram suas terras abertas para invasões sem precedentes na década de 1970, quando enormes depósitos de minério de ferro foram descobertos na região.

Colonos ilegais chegaram a apenas 30 minutos caminhando da comunidade da Pequena Borboleta

A descoberta levou à criação do Programa Grande Carajás, um projeto de desenvolvimento financiado pela União Européia e pelo Banco Mundial, que incluiu a construção de uma mina e de uma ferrovia.

A situação agora é tão crítica que vários especialistas brasileiros têm advertido sobre “genocídio” e “extinção”. O filme da Survival apresenta imagens únicas dos Awá, que raramente permitem que pessoas de fora visitem suas comunidades.

No vídeo, Colin Firth diz:

– Muitos awá permanecem isolados. Eles são a tribo mais ameaçada do mundo. Sua floresta está sendo cortada ilegalmente pela exploração de madeira. Quando os madeireiros os encontram, eles os matam. Seus arcos e flechas não são páreo para as armas. E em qualquer outro momento na história isso seria o fim. Mais um povo extinto da face da terra, para sempre. Mas vamos assegurar que o mundo não deixará isso acontecer. Aqui está o plano. Um homem tem o poder para parar os madeireiros: o Ministro da Justiça do Brasil. Ele pode enviar a Polícia Federal para prender os madeireiros, e mantê-los fora para sempre. Mas agora não é a prioridade dele. Temos que mudar isso antes que seja tarde demais. Precisamos que pessoas suficientes lhe enviem mensagens, para que ele tome conhecimento. Você, eu, nossos amigos, nossos familiares. Cada um importa. Mas nós não temos muito tempo. Quando as chuvas pararem, os madeireiros voltarão. Esta é a nossa chance, agora mesmo, para realmente fazer algo. E se pessoas suficientes demonstrarem que se importam, funcionará.

Por: Altino Machado
Fonte:Blog da Amazônia / Terra Magazine

Deixe um comentário

2 comentários em “Colin Firth lança campanha para salvar ‘a tribo mais ameaçada do mundo’

Fechado para comentários.