Governo poderá entrar na negociação de greve de trabalhadores em Belo Monte

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, sinalizou hoje (19) que o governo poderá entrar na negociação com os trabalhadores da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA), para evitar a greve anunciada para a próxima segunda-feira (23). “Estão anunciando para segunda, até lá temos tempo para conversar”, disse Carvalho.

Questionado se o governo vai entrar na negociação com os trabalhadores, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, respondeu que “o governo negocia permanentemente”. “Sempre temos preocupação com a construção de nossas hidrelétricas, mas vamos negociando e vencendo os problemas que existem.”

Os trabalhadores de Belo Monte, reunidos em assembleia, decidiram no começo da noite de quarta-feira (18) paralisar suas atividades a partir da próxima segunda-feira, após cumprir prazo legal de 48 horas.

Lobão voltou a ressaltar a importância da construção da hidrelétrica. “Belo Monte vai produzir energia suficiente para abastecer 40% de todas as residências do Brasil. Ou nós construímos hidrelétricas, ou vamos ter que construir térmicas poluentes e por preço mais alto.”

Edição: Nádia Franco

Deixe um comentário