Rodoviária Novo Rio promove evento sobre preservação da Floresta Amazônica

Para aproveitar o clima que a cidade do Rio de Janeiro está vivendo com a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, Rio+20, e alcançar o maior número possível de pessoas que pretendem deixar a cidade por causa do feriado decretado pela prefeitura do Rio, o Consórcio Novo Rio, em parceria com a organização não governamental (ONG) Guerreiros da Amazônia promove um evento ambiental com o objetivo de democratizar as informações sobre a preocupação com a maior floresta do planeta, a Amazônia.

O evento ocorreu nesta terça-feira (19) e se estenderá até hoje (20), das 10h às 18h, no embarque superior da Rodoviária Novo Rio, zona portuária da cidade, e pretende levar aos passageiros apresentações musicais indígenas e exposições, como a de um ônibus pintado com o tema da preservação da fauna marinha, além de um debate sobre problemas da Floresta Amazônica com o ambientalista Paulo Coutinho. Também foram distribuídos 10 mil almanaques do livro e balões para crianças, que viram de perto os personagens que integram a história.

A iniciativa traz ainda o lançamento do livro infantil Amazons, Guerreiros da Amazônia – O Templo da Luz, que conta à história de três jovens brasileiros, que depois de um acidente de avião no coração da Floresta Amazônica, são resgatados por índios que os levam para serem curados pelos Amazons, uma civilização secreta. Lá, eles recebem a importante missão de salvar a Amazônia da destruição e da ganância de um perigoso vilão, tornando-se super-heróis brasileiros e defensores da floresta.

Para Ronaldo Barcelos, autor do livro, é fundamental que as obras literárias abordem esse tipo de história. Ele ressalta que é preciso ensinar e conscientizar a sociedade, principalmente as crianças, sobre as principais causas que estão devastando o meio ambiente.

“A gente tinha que falar de alguma coisa que defendesse a Floresta Amazônica, porque, a cada dia que passa, a floresta está sendo devastada. É um assunto que a gente já está trabalhando com esse projeto há 12 anos e a gente pretende trabalhar com ele mais 20 anos produzindo livros, filmes para o cinema e animação para TV”, enfatizou.

Barcelos informou ainda que foi montada uma exposição com 28 ilustrações dos personagens da história do livro e uma área de recreação para o entretenimento das crianças que passam pelo terminal rodoviário. “A nossa missão é divertir e educar, ou seja, educar pela emoção. É essencial que as crianças aprendam hoje como é vital a preservação da floresta para o futuro do planeta”, ressaltou.

Ao todo, 300 mil pessoas devem passar pela rodoviária por causa do feriado de três dias decretado pela prefeitura do Rio para facilitar a locomoção das delegações que chegam à cidade nesta quarta-feira (20) para participar da Rio+20.

Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Lana Cristina

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.