Vazamento de caulim inundou igarapé

Um vazamento de caulim atingiu um igarapé que abastece cerca de 60 famílias na região de Barcarena, nordeste do Estado, na última segunda-feira (2). Um estouro na tubulação da empresa Rio Capim Caulim, do grupo Imerys, é que teria provocado o incidente. De acordo com representantes da empresa, o rompimento ocorreu devido a uma queda de energia elétrica e durou cerca de 24h. Já segundo a Imerys, o problema foi resolvido em cerca de 10 minutos, suficientes para deixar a água do igarapé com uma cor estranha e esbranquiçada, pois a tubulação rompida faz o transporte de polpa de caulim com pH neutro e pode ter comprometido a qualidade da água fornecida para os moradores da área e o lençol freático.

Em nota, a Imerys confirmou que, por volta das 12h30 de segunda-feira (02), foi detectada uma fissura na tubulação que faz o transporte de polpa de caulim entre o porto e a planta da empresa, localizada em estrada privativa. Segundo a empresa, os órgãos ambientais foram avisados e o bombeamento, imediatamente interrompido, sendo feito o isolamento de contenção no local. A Imerys garante, ainda, que o vazamento não ultrapassou o igarapé Maricá e a empresa vem recebendo lideranças comunitárias para prestar o apoio necessário.

Durante todo o dia de ontem, Peritos do Instituto Renato Chaves estiveram no local para tentar descobrir as causas do vazamento e suas consequências para a população atingida. A equipe foi acompanhada pelo delegado de Meio Ambiente, Marcos Lemos, responsável pelo inquérito para investigar o caso. O laudo do Instituto Renato Chaves deve sair em dez dias e os responsáveis pelo vazamento poderão ser indiciados. Dois técnicos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) foram a Barcarena vistoriar o local do vazamento. Os técnicos conversaram com os responsáveis pela empresa e os moradores, além de coletarem material para análise. A assessoria de imprensa informou que só depois do laudo serão anunciados procedimentos em relação à empresa, que foi autuada por crime ambiental.

Fonte: Diário do Pará

Deixe um comentário

Um comentário em “Vazamento de caulim inundou igarapé

Os comentários estão desativados.