IBGE aponta maior proteção a índios com demarcação de áreas

Levantamento indica que áreas destinadas a índios estão cumprindo a função de proteger as várias etnias brasileiras. De acordo com censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a maior parte dos índios que têm língua própria está concentrada em terras reconhecidas pelo governo. Ao todo, no Brasil, vivem nessas áreas 571 mil índios de 250 etnias, de um total de 896 mil.

Da lista de mais de 500 nomes de etnias, catalogados por especialistas e pela Fundação Nacional do Índio (Funai), o IBGE constatou aumento no número de indivíduos com a maior proteção oferecida pelas terras indígenas. Há grupos entre 251 e 500 índios, com média de até 17,4 anos. Fora delas, prevalecia a concentração de etnias com até 50 pessoas.

De acordo com o IBGE, das 15 etnias com maior número de indígenas, a Ticuna, do Amazonas, de 46 mil indivíduos, “teve o resultado influenciado pelos 85,5% residentes nas terras indígenas”.

“Os dados apontam que, nessas áreas, eles têm mais condições de manter suas tradições culturais, costumes e sua própria condição de existência”, afirma a responsável pela pesquisa, Nilza Pereira. “Existe uma maior preservação da organização social, com certeza.”

Fonte: DiarioNet

Deixe um comentário