PIB do agronegócio cai 1,77% até julho, diz CNA

O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio teve queda de 1,77% de janeiro a julho, conforme levantamento da Confederação Nacional da Agricultura (CNA) feito em parceria com o Cepea/Esalq. Segundo a entidade, a agricultura registrou uma retração de 2,18%, enquanto a pecuária cresceu 2,76%.

O estudo explica que a queda foi influenciada pela redução da produtividade de diversas culturas e pela seca que atrapalhou o desenvolvimento das lavouras.

Entretanto, a alta das cotações de importantes produtos agrícolas, como soja, milho, trigo e café, ajudou o PIB a não amargar uma retração ainda maior.

O estudo também mostrou que o faturamento do setor agropecuário deve crescer 8,7% em 2012 e chegar aos R$ 357,3 bilhões. O Valor Bruto da Produção (VBP) foi revisado para cima levando em conta a elevação dos preços das principais commodities agrícolas.

Somente o faturamento bruto da agricultura atingirá R$ 225,3 bilhões, com expansão de 12,3% na comparação com o ano passado, influenciado, entre outros fatores, pelo aumento da receita da soja. A oleaginosa deve ter desempenho 20,8% superior ao de 2011, alcançando uma cifra de R$ 68,3 bilhões, diante da previsão de uma safra menor no Brasil e nos Estados Unidos. Conforme o estudo, os preços da soja no mercado doméstico não tiveram fortes altas durante o mês, mas se manteve em patamares elevados em relação ao ano anterior.

Fonte: Valor Econômico

Deixe um comentário