Ministério da Saúde libera R$ 4 milhões para o combate à malária em municípios do Amazonas e do Amapá

As ações de controle da malária em 20 municípios do Amazonas e seis do Amapá, locais com o maior número de casos da doença, vão receber R$ 4 milhões do Ministério da Saúde. O dinheiro será transferido, em parcela única, diretamente do Fundo Nacional de Saúde para o fundo dos municípios.

O município de Serra do Navio, no Amapá, vai receber o maior valor: R$ 357.435,26. Eirunepé, no estado do Amazonas, ficará com R$ 270.428,39. Os recursos deverão ser usados na intensificação das medidas de prevenção e controle como realização de diagnóstico, tratamento, controle vetorial e supervisão dos casos de malária.

O combate ao mosquito transmissor da doença prevê dragagem de áreas alagadas, pequenas obras de saneamento para eliminação de criadouros do mosquito limpeza das margens dos rios e riachos, controle da vegetação aquática, melhoramento da moradia e das condições de trabalho da população e uso racional da terra entre outros.

Medidas pessoais, como o uso de mosquiteiro com inseticida, telas nas portas e janelas e repelente também são eficazes. Além disso, é importante evitar locais de banho em horários de maior atividade do mosquito – começo da manhã e final da tarde.

Nos últimos seis anos, houve uma queda de 56% dos casos de malária em todo o país. Entre 2005 e 2011, as notificações diminuíram de 607,7 mil casos para 267 mil. De acordo com o Ministério da Saúde, a redução é resultado da adoção de medidas como a descentralização das ações de prevenção, o aumento dos investimentos e a capacitação de profissionais de saúde.

Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Aécio Amado

Deixe um comentário