MMA detalha no Senado ações concretas para combater desmatamento da Amazônia

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) participou, na tarde desta terça-feira (21/11), à 18ª Reunião da Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas (CMMC), do Senado. A audiência foi uma oportunidade de discussão entre o governo e a sociedade civil sobre as medidas necessárias para a redução das emissões de gases de efeito estufa causadas pelo desmatamento na Amazônia brasileira.

A diretora-substituta do Departamento de Políticas para o Combate ao Desmatamento (DPCD), Juliana Simões, compôs a mesa e destacou a importância das medidas do MMA de combate à depredação florestal. Entre elas, a principal é o Plano de Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia (PPCDAm), que vai garantir um investimento total de R$ 1,4 bilhão em iniciativas de proteção do bioma.

Fiscalização

O estabelecimento do Gabinete de Gestão Estratégica em pontos críticos da Amazônia Legal também é um mecanismo que contribui para a mitigação das emissões geradas pela degradação florestal. A medida envolve homens da Força Nacional de Segurança Ambiental, da Polícia Federal e do Ibama. “Está ocorrendo uma mudança no perfil do desmatamento e isso exige uma ação diferenciada de fiscalização”, explicou Juliana.

A reunião contou, ainda, com a participação do presidente da CMMC, deputado Márcio Macêdo (PT-SE), e do diretor-executivo do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam), Paulo Moutinho. “É preciso desenvolver um economia de baixo carbono e incentivar a conservação e o uso sustentável das florestas”, defendeu Moutinho.

Por: Lucas Tolentino,
Fonte: MMA

Deixe um comentário

Um comentário em “MMA detalha no Senado ações concretas para combater desmatamento da Amazônia

  • 22 de novembro de 2012 em 16:02
    Permalink

    Que piada é isso? Até hoje não foi apresentada nenhum incentivo ao uso sustentável da floresta, nenhum mesmo, fazer um manejo é praticamente imposivel se não tiver o bolso cheio de dinheiro pra investir e um saco de paciencia até sair alguma aprovação, a unica coisa que sabem faze é fiscaliza porque rende altos lucros, no mais é uma grande palhaçada, o governo nunca incentivou a sustentabilidade!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*