Impasse adia fim da conferência da ONU sobre mudança climática

A 18ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP18), que ocorre em Doha, e que deveria ter terminado ontem (7), segue sem resultados até agora, por impasses entre os países que negociam um documento para regular o novo regime global de emissões de gases de efeito estufa.

A plenária final já foi convocada pelo presidente da COP18, o vice-primeiro-ministro do Catar, Abdullah Al Attiyah, mas ainda não começou, segundo informações do Twitter da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança Climática (UNFCC, na sigla em inglês), que reúne quase 200 países e é responsável pela negociação climática.

Os negociadores do clima estão em Doha desde o dia 26 de novembro. O principal objetivo da reunião desse ano é chegar a um consenso sobre o segundo período do Protocolo de Quioto, para entrar em vigor em 2013 e durar até que um novo acordo global seja fechado com novas metas em 2015.

No entanto, velhos impasses entre países desenvolvidos e os emergentes travam as discussões, principalmente pela resistência dos mais ricos em financiar ações de mitigação e adaptação às mudanças climáticas em todo o mundo, em especial nos países mais vulneráveis.

Segundo a BBC Brasil, os Estados Unidos, que tradicionalmente travam a negociação climática, não estão agindo diferente. No entanto, um possível veto da delegação norte-americana a um acordo mais ambicioso implicaria em acusação de hipocrisia ao presidente Barack Obama, que se comprometeu a combater as mudanças climáticas após ser reeleito.

* com informações da BBC Brasil

Por: Luana Lourenço
Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Davi Oliveira

Deixe um comentário