Desastres climáticos deram prejuízo de US$ 160 bi em 2012, diz estudo

Em 2012, 67% das perdas totais foram registradas nos Estados Unidos. Passagem do furacão Sandy pelo país foi principal tragédia.

Fenômenos climáticos que atingiram o planeta em 2012 e afetaram diversos países causaram um prejuízo econômico de US$ 160 bilhões, de acordo com balanço divulgado nesta quinta-feira (3) pela companhia de seguros alemã Munich Re.

Segundo um comunicado, os desastres naturais do ano passado causaram a perda de US$ 65 bilhões que estavam segurados de alguma maneira.

No entanto, os números são menores aos de 2011, ano considerado recorde devido ao terremoto e tsunami no Japão. Estimativas da ONU e do Centro de Pesquisa sobre a Epidemiologia de Desastres afirmam que as perdas econômicas provocadas por catástrofes naturais no ano passado alcançaram US$ 366 bilhões.

Em 2012, no entanto, 67% das perdas totais e 90% das perdas que tinham seguro ocorreram nos Estados Unidos, segundo a Munich Re. Um dos motivos foi a passagem do furacão Sandy, em outubro. O setor de seguros teve que cobrir US$ 25 bilhões devido ao rastro de destruição deixado pela tempestade.

“Os danos relacionados a desastres naturais nos EUA demonstram que é importante apoiar esforços para prevenção”, afirmou Torsten Jeworrek, integrante do conselho de administração da companhia alemã. “[Esforços] poderiam, por exemplo, proteger melhor algumas regiões costeiras, como Nova York, do efeito de tempestades”, complementa.

Fonte: Globo Natureza

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*