Ex-prefeito de Bagre (PA) tem direitos políticos suspensos pela Justiça

Leoci da Cunha Macedo foi condenado por não prestar contas de recursos repassados para a educação

O ex-prefeito de Bagre (PA) Leoci da Cunha Macedo teve seus direitos políticos suspensos por cinco anos e terá que pagar multa equivalente a 20 vezes o salário que recebia como prefeito.

A decisão, da juíza federal Carina Cátia Bastos de Senna, foi publicada em processo em que atuaram pelo Ministério Público Federal os procuradores da República Felício Pontes Jr. E José Augusto Torres Potiguar.

O Ministério Público Federal no Pará (MPF/PA) acusou Macedo de não ter prestado contas de dois convênios entre a prefeitura e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

O dinheiro da multa a ser paga pelo ex-prefeito será encaminhado para o FNDE. Macedo também ficou proibido de fazer contratos com o poder público durante três anos.

Fonte: MPF – Ministério Público Federal

Deixe um comentário