Governo prepara investimentos para assentados

Para dar continuidade à nova política do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) de fomento aos assentamentos em fase desenvolvimento, a presidente Dilma Rousseff lançará na segunda-feira, no Paraná, o Programa de Apoio à Agroindustrialização em Assentamentos de Reforma Agrária, que receberá R$ 300 milhões ao longo de cinco anos.

O investimento será feito em grande parte pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) com aporte de R$ 150 milhões. A Fundação Banco do Brasil (FBB) financiará R$ 20 milhões e os demais parceiros R$ 130 milhões. O lançamento ocorrerá durante a inauguração de uma unidade industrial de beneficiamento de leite e derivados em Arapongas (PR), pertencente ao Projeto de Assentamento Dorcelina Folador.

Durante a inauguração será lançado o edital de chamada pública com a finalidade de receber projetos para fomentar a agroindustrialização, comercialização e atividades “solidárias”, destinadas aos assentamentos da reforma agrária sob responsabilidade do Incra. A iniciativa faz parte de diversas ações de estímulo ao incremento de renda nos assentamentos rurais coordenados pela estatal por meio de práticas sustentáveis.

O programa é resultado de cooperação entre os ministérios do Desenvolvimento Agrário, Desenvolvimento Social, Secretaria Geral da Presidência da República, Incra, Conab, BNDES e Fundação Banco do Brasil.

Por: Tarso Veloso
Fonte: Valor Econômico

Deixe um comentário