Prefeito de Manaus visita Inpa para conhecer pesquisas com produtos de madeira

“Vejo o Inpa como a chave para abrir várias possibilidades para o Estado do Amazonas”, declarou o prefeito de Manaus (AM), Arthur Neto

Pesquisadores e representantes da diretoria do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI) receberam na manhã desta quarta-feira (27) a visita do prefeito de Manaus (AM), Arthur Virgílio Neto (PSDB), no intuito de conhecer o trabalho realizado com o uso de madeiras caídas, como a “mesa barril”, que está entre os sete processos de patentes depositados pelo Inpa em 2012.

Realizado pelo Inpa e pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) Madeiras da Amazônia, coordenado pelos pesquisadores Niro Higuchi e Estevão Monteiro de Paula, o projeto promoveu o desenvolvimento do protótipo de uma mesa, que utiliza resíduos de madeiras provenientes de árvores caídas naturalmente, seja por degradação ou fatores naturais, como matéria-prima, o que ainda é pouco comum no Amazonas.

Arthur Neto falou da importância que é divulgar o conhecimento adquirido nos laboratórios para a população manauara. “Vim dispor, como prefeito de Manaus, parcerias vantajosas para todos nós, principalmente para nossa população. A partir de agora, é reunir algumas secretarias que já possuem algum tipo de parceria com o Inpa para maximizar ainda mais este trabalho”, declarou.

Durante a visita o diretor substituto do Inpa, Estevão Monteiro de Paula, apresentou um projeto com base científica para as demandas da cidade. “Vamos também apresentar à prefeitura um leque de possibilidades para novas parcerias, como o programa de bolsas de recursos humanos em ciência, tecnologia e sustentabilidade urbana”, destaca.

Na reunião foi apresentada, também, uma proposta de parceria ao que concerne a prevenção de malária e dengue, prestado pelo pesquisador Wanderli Tadei.

A secretária Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Kátia Schweickardt, informou: “Outra possibilidade que surgiu na reunião, que vamos estar mediando entre a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e o laboratório de malária e dengue aqui do Inpa, é a questão de prevenção de malária e dengue, sobretudo nas obras e preparando, também, a cidade para a copa do mundo”.

Participaram da reunião o diretor substituto do Instituto, Estevão Monteiro; o prefeito de Manaus, Arthur Neto; Kátia Schweickardt, da Semmas; ocoordenador do Laboratório de Malária e Dengue/Inpa, Wanderli Tadei; o coordenador de Extensão/Inpa, Carlos Bueno; o coordenador do Laboratório de Manejo Florestal do Instituto, Niro Higuchi; e a pesquisadora Claudete Catanhede, orientadora da estudante Mirella Sousa e Silva, que confeccionou a mesa barril durante o mestrado.

Fonte: INPA

Deixe um comentário