Um apelo à saúde em Marãiwatsédé

Representantes do povo indígena Xavante de Marãiwatsédé estiveram na semana passada em Cuiabá e divulgaram mais um documento exigindo providências imediatas no atendimento à saúde na aldeia. Marãiwatsédé, que é vista como área prioritária para as ações do governo federal, vive condições precárias de saúde, que vitimam principalmente crianças. Só em março, morreram 4 crianças com sintomas de desnutrição. A população de cerca de 850 indígenas não conta com fornecimento regular de água e existem fortes suspeitas de que ela esteja contaminada.

Leia abaixo a carta de apelo dos Xavante, redigida em 21 de março de 2013 e que ganhou apoio de onze povos indígenas de Mato Grosso, reunidos durante o lançamento dos planos de gestão territorial de três terras indígenas da bacia do rio Juruena.

Fonte: Índio Xavante

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*