Esponja carnívora e barata fluorescente estão em Top 10 de novas espécies

Esta é a 'Lucihormetica luckae', uma espécie de barata descoberta no Equador. Desde a primeira descoberta de uma barata fluorescente em 1999, mais de uma dezena de espécies já foram encontradas. Todas estão em áreas remotas. Esta é uma das novas espécies anunciadas pelo Instituto Internacional para a Exploração de Espécies da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos.
Esta nova espécie, 'Eugenia petrikensis', é um arbusto que pode alcançar até dois metros, com folhagem verde esmeralda, ligeiramente brilhante e cachos de pequenas flores magenta. É uma das sete novas variedades descritas em um bosque litoral leste de Madagascar e é considerada em risco de extinção.
Descoberto na bacia do rio Lomami, na República Democrática do Congo, o lesula (acima) é muito conhecido dos nativos, mas, até agora, era desconhecido para os cientistas. Esta é a segunda espécie de macaco descoberta na África nos últimos 28 anos.
Esta falsa coral, a 'Sibon noalamina', foi descoberta nos bosques tropicais das terras altas do oeste do Panamá. Tem hábitos noturnos e caça presas como minhocas. Ovos de anfíbios, caracóis e lesmas.
Esta pequena nova espécie de rã tem apenas sete milímetros e estabeleceu o recorde de menor espécie de vertebrados do mundo. Foi descoberta em Papua Nova Guiné.
Esta mariposa pode ser apontada como filha das redes sociais. Hock Ping Guek fotografou o inseto perto de Kuala Lumpur e postou a foto no Flickr. Shaun Winterton, um entomólogo do Departamento de Alimentos e Agricultura da Califórnia viu a foto por acaso e achou o inseto muito diferente. Guek recolheu uma amostra e enviou para o Museu de História Natural de Londres, que confirmou que se tratava de uma nova espécie.
Espécies vivas de alguns tipos de moscas podem ser encontradas penduradas nas folhas das árvores, onde elas capturam outros insetos para se alimentar. Esta nova espécie fóssil de 165 milhões de anos (acima), 'Juracimbrophlebia ginkgofolia', foi encontrada folhas preservadas de uma árvore jurássica na Mongólia.
Uma esponja carnívora com forma de harpa foi descoberta nas profundezas do Oceano Pacífico, perto da costa da Califórnia. Vive em profundidades de 3,4 mil metros.
Uma das menores flores do mundo, a violeta liliputense, só é encontrada em um planalto distante entre as montanhas dos Andes peruanos.

 

Cientistas do Instituto Internacional para a Exploração de Espécies da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, apresentaram, pela sexta vez, a sua edição anual do Top 10 de novas espécies.

Entre os destaques deste ano estão uma barata fluorescente, uma cobra que se alimenta de caracóis e uma esponja carnívora que tem uma língua em forma de harpa.

Todas as espécies apresentadas vivem em áreas remotas.

Uma pequena nova espécie de rã tem apenas sete milímetros e estabeleceu o recorde de menor espécie de vertebrados do mundo. Foi descoberta em Papua Nova Guiné.

Fonte: BBC

Deixe um comentário