Projeto do marco regulatório da mineração será analisado por três comissões técnicas da Câmara

O projeto de lei que cria o novo marco regulatório para o setor de mineração vai tramitar por três comissões técnicas da Câmara: Trabalho, Minas e Energia e Finanças e Tributação. Caberá as essas comissões a análise do mérito do projeto, que terá a sua constitucionalidade avaliada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), antes de ser levado à votação no plenário da Casa.

O texto do Poder Executivo, que chegou quarta-feira (19) à Câmara foi apensado ontem (20) ao Projeto 37/2011, do deputado Weliton Prado (PT-MG), que dispõe sobre o regime de aproveitamento das substâncias minerais, com exceção dos minérios nucleares, petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos e das substâncias minerais submetidas ao regime de licenciamento.

Outros projetos que tratam da questão da mineração foram também apensados ao projeto do petista mineiro. Como o texto do governo foi encaminhado ao Congresso com pedido de urgência constitucional, em até 45 se ele e os outros projetos apensados não forem votados pelas comissões técnicas e pela CCJ, a votação ocorrerá diretamente pelo plenário da Câmara, para que não passe a trancar a pauta de votações da Casa.

Por: Iolando Lourenço
Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Aécio Amado

Deixe um comentário