Inpa promove curso de uma semana de imersão na floresta amazônica para professores da rede pública de ensino

A partir deste sábado (05) professores farão o curso “Floresta Amazônica e suas múltiplas dimensões”, que será realizado na Zona Experimental (ZF-2), no Km 50, da BR- 174, rodovia que liga Manaus a Boa Vista

O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI), por meio dos Laboratórios de Psicologia e Educação Ambiental (Lapsea) e Manejo Florestal (LMF), vai realizar no próximo sábado (05) até 12 de outubro a 11ª edição do curso “Floresta Amazônica e suas múltiplas dimensões”. A proposta é contribuir na formação continuada dos professores compartilhando conhecimentos científicos, a partir do aprofundamento de questões ecológicas e socioambientais tendo a floresta amazônica como eixo central.

De acordo com uma das coordenadoras do curso, a pesquisadora Maria Inês Gasparetto Higuchi, o curso será de imersão na floresta durante uma semana, com aulas teóricas e práticas no próprio campo, a Zona Experimental (ZF-2), no Km 50 da BR- 174 (Manaus – Boa Vista), onde os professores ficarão alojados. “Todo esse processo tem o caráter pedagógico, no qual ciência e ensino se entrelaçam para uma melhor formação técnica dos professores sobre os ecossistemas florestais e o papel da sociedade frente às mudanças climáticas”, disse Higuchi.

A formação será feita com 30 professores do ensino fundamental e médio das redes de ensino municipal e estadual (capital e interior) que ministram, preferencialmente, disciplinas de biologia, ciências, geografia, física e química. Para participar, o candidato (apenas um por escola) não pode ter o título de mestre, não ter participado de edições anteriores e nem estar sob cuidados médicos que o impeça de ir para a floresta.

Segundo Higuchi, o curso de 80 horas conta com um corpo docente formado por pesquisadores de várias áreas de conhecimento, estudantes de pós-graduação, bolsistas de pesquisa e técnicos do Inpa. O curso é realizado no âmbito do projeto INCT- Madeiras da Amazônia com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Em 2004, um livro com o mesmo título do curso foi lançado com o objetivo de fornecer informações para uma leitura adicional sobre a floresta e suas principais interações, além de tentar preencher uma lacuna no que tange à disponibilidade de material didático de conteúdo científico melhor codificado e menos árido para leitores menos especializados. A obra a Floresta Amazônica e suas múltiplas dimensões: uma proposta de educação ambiental já está na segunda edição revista e ampliada. Todos os professores participantes receberão um exemplar desse livro ao final do curso, juntamente com a certificação.

Saiba mais

A saída para a Reserva Florestal ZF-2 será no próximo sábado (05), às 9h, do estacionamento do Bosque da Ciência, enquanto o retorno está programado para o outro sábado (12), com saída prevista para as 8h30.

Fonte: INPA

Deixe um comentário