Organizações da sociedade civil se mobilizam contra licenciamento de mineradora no Xingu

A pouco mais de 10 km da usina de Belo Monte, o maior projeto de mineração de ouro do Brasil, da empresa canadense Belo Sun, está prestes a receber licença ambiental

Faixa comunica aos moradores da comunidade Ressaca que Estudos de Impacto Ambiental já estão concluídos

Mais de 40 organizações do Brasil, Canadá, Estados Unidos e Europa que atuam na defesa do meio ambiente e dos direitos humanos iniciaram uma campanha pública na internet, nesta semana, para arrecadar assinaturas contra o licenciamento do projeto da Belo Sun. (Clique aqui para assinar)

As organizações também publicaram uma carta (leia aqui) alertando para os riscos socioambientais e irregularidades do licenciamento. Um vídeo independente também circula na internet.

O chamado “Projeto Volta Grande” fica no Rio Xingu, em um trecho logo abaixo da barragem de Belo Monte. A Belo Sun pertence ao grupo canadense Forbes e Manhattan e aguarda a licença da Secretaria de Meio Ambiente do Estado do Pará (Sema-PA) para iniciar a obra. Veja no mapa abaixo e clique para ampliar.

Projeto de Belo Sun, no Pará

O Instituto Socioambiental (ISA) assina a carta.  Em janeiro, uma análise técnica do ISA foi enviada à Sema com um alerta sobre os impactos cumulativos de Belo Sun e Belo Monte, podendo gerar graves riscos socioambientais à região.

O Ministério Público Federal identificou várias irregularidades no licenciamento e recomendou à Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) em setembro de 2013 que não dê licença ao projeto.

Fonte: ISA – Instituto Socioambiental

Deixe um comentário

4 comentários em “Organizações da sociedade civil se mobilizam contra licenciamento de mineradora no Xingu

  • 14 de outubro de 2013 em 19:54
    Permalink

    O Modelo de Desenvolvimento do Brasil ainda é mesmo: Colonização e Exploração.
    Matrizes de modelos ultrapassados em termos de relações sociais e ambientais.
    Os canadenses virão e levarão nossas riquezas assim como todos os colonizadores que aqui pisaram.
    O que o povo brasileiro ganha com isso? Nada!
    Quem ganha e ganha muito, são os empreiteiros, os governantes.
    O Pará não ganhará nada em troca!

    • 18 de outubro de 2013 em 9:01
      Permalink

      Só há esse espaço pras Empresas Estrangeiras, porque as Empresas “Brasileiras” não assumem o risco do investimento. Ou você acha que a Belo Sun, não gastou um centavo na pesquisa pra desenvolver o Projeto?? E os riscos que ela assumiu? Todo e qualquer projeto, pode ser inviavel… O cara pode tentar abrir uma padaria e quebrar investindo 500mil reais… Agora, quem tem peito pra botar milhões num investimento, que até começar tirar o produto (Possivelmente daqui 2-3anos) só tem despesa?

  • 13 de outubro de 2013 em 20:17
    Permalink

    Queremos desenvolvimento para o nosso município!!
    O IBMA,SEMA,ISA e etc. Já demonstraram que não tem nem uma moral. Porque não impediram a barragem ?? agora fica com essa blá ,blá ,blá.. Cada uma que eu vejo “belo Sun Apoiada”

  • 9 de outubro de 2013 em 17:36
    Permalink

    Na verdade essas organizações se mobilizam contra tudo e contra todos. Atiram pra qualquer ldo pra ver se acertam alguma coisa. É o verdadeiro samba do criolo doido. Isso não é meio de defender o nosso patrimonio não gente, pelo contrário isso é jeito de ganhar dinheiro sem trabalhar.
    Eu quero vê gente de peito pra parar belo monte. kakakaka.

Os comentários estão desativados.