Mato Grosso começa a colher mais uma safra recorde de soja

Menos de 100 dias após o início do plantio em Mato Grosso, maior produtor de soja do Brasil, produtores do Estado já começam a colher as variedades superprecoces do grão. Com um ciclo de cerca de 85 dias, tais sementes vão garantir uma boa produtividade graças ao clima favorável, segundo agricultores consultados pelo Valor.

No município de Tapurah, Carlos Capelete começou hoje a colheita em uma área de cerca de 100 hectares. Nos demais 2,5 mil hectares cultivados por Capelete, os trabalhos vão começar em 15 de janeiro. “O clima está bom e estou confiante em colher mais de 45 sacas [de 60 quilos] por hectare da superprecoce, que é um bom resultado para um ciclo tão curto”.

Cada vez mais em Mato Grosso, produtores aguardam o fim do vazio sanitário – ou nem isso, como se viu neste ano – para apostar na soja superprecoce. A intenção é diversificar as datas de colheita e reduzir riscos climáticos e de doenças. O vazio sanitário da soja proíbe a presença de plantas vivas entre 15 de junho e 15 de setembro para coibir o avanço de pragas.

Em Campo Novo do Parecis, o produtor Sérgio Stefanello vai começar a colher 230 hectares de soja superprecoce no dia 26. Com uma área plantada de mais de 8 mil hectares, ele afirma que a produtividade será alta. “O clima está espetacular. Geralmente o desenvolvimento de uma planta semeada mais cedo costuma a ser prejudicada até as chuvas se firmarem, mas vamos colher cerca de 52 sacas por hectare”, disse.

De acordo com Stefanello, apesar do alarde, as pragas não trouxeram grandes prejuízos. “A ferrugem costuma ser um problema posterior e não afeta muito as variedades precoces. Registramos a presença da helicoverpa, mas aplicamos mais defensivos e conseguimos controlar. O custo subiu, mas evitamos que a lagarta se espalhasse”, disse.

De acordo com as estimativas mais recentes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a área plantada de soja alcançou 8,366 milhões de hectares nesta safra 2013/14, 7% mais que em 2012/13, e a colheita deverá chegar a 26,017 milhões de toneladas, um aumento de 10,6%. Ambos os números representam novos recordes.

Os produtores do Paraná também apostaram mais fortemente no plantio precoce de soja este ano e a perspectiva é que a colheita também tenha início já nos próximos dias. Os trabalhos de campo deverão ter início na região de Cascavel, na região oeste do Estado. A área plantada com soja subiu 4,5% na atual temporada, para praticamente 5 milhões de hectares, e a produção está prevista em 16,629 milhões de toneladas, alta de 4,5%. O Estado é o segundo maior produtor do grão no país.

Fonte: Valor Econômico

Deixe um comentário

Um comentário em “Mato Grosso começa a colher mais uma safra recorde de soja

  • 1 de agosto de 2014 em 19:42
    Permalink

    tem como fazer 2 safras no rio grande do sul com essa superprecoce??qual mes ideal para plantar e colher a 1ª e a 2ª safra??faz diferença o esterco de galinha e o ciclo de chuva(pivo) mais frequente? obrigado..

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*