Pedro Martinelli conta a história de duas imagens e um personagem

Aquela é a fotografia da minha vida. O sujeito aparece, da um pulo na minha frente e está feita a foto. Aquela é uma chapa maravilhosa.

Pedro Martinelli conta a história de duas imagens e um personagem que marcaram sua vida e trajetória como fotógrafo. A primeira, de 1973, foi feita na expedição de contato dos irmãos Villas-Bôas com os Panará; a segunda é um retrato de Sokrit Panará em seu reencontro com Pedro Martinelli, mais de vinte anos depois.

Essas e outras fotografias podem ser conferidas na exposição “Povos Indígenas no Brasil 1980-2013”, na praça externa do Museu Nacional da República, em Brasília, até 19 de dezembro de 2013.

Ouça a seguir:

Fonte: ISA – Instituto Socioambiental

Deixe um comentário