Primeiro recebimento itinerante de embalagens vazias de defensivos agrícolas acontece no Amapá

Ação visa estimular a devolução do material pelos agricultores da região

Entre os dias 06 e 07 de dezembro, será realizado o primeiro recebimento itinerante de embalagens vazias de defensivos agrícolas no Amapá. A ação consiste no recebimento temporário de embalagens vazias em locais próximos às propriedades rurais como forma de promover a devolução destes resíduos pós-consumo ao Sistema Campo Limpo (logística reversa de embalagens vazias de agrotóxicos). O recebimento acontecerá em três diferentes pontos de Macapá e estima-se que 130 agricultores da região serão beneficiados.

A ação é uma realização da Associação de Revendedores de Insumos e Defensivos Agrícolas no Estado do Amapá (Aridap) e tem o apoio da Agência Defesa e Inspeção Agropecuaria do Amapá (Diagro), do Instituto de Desenvolvimento Rural do Amapá (Rurap), do Ministério Público por meio da Promotoria de Justiça do Meio Ambiente, Conflitos Agrários, Habitação e Urbanismo de Macapá (Prodemac), Associação dos Produtores do Polo (Assopolo), Associação dos Agricultores Familiares Aquicultores do Polo hortigranjeiro da Fazendinha (Aquipolo) e Associação de Moradores e Produtores da Vila do Trem (Ampvt), Instituto de Meio Ambiente e Ordenamento Territorial (Imap) e do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV).

Em 2000, a Lei Federal 9.974 determinou as responsabilidades de cada elo da cadeia no processo de destinação das embalagens vazias. Desde então, cabe ao revendedor indicar, na nota fiscal de venda, o local onde o produtor rural deve devolver as embalagens do produto que adquiriu. O agricultor, após esvaziar o conteúdo das embalagens no pulverizador, deve realizar o processo de tríplice lavagem ou lavagem sob pressão e perfurar o fundo do recipiente, evitando assim, a sua reutilização. Além disso, é papel do produtor devolver as embalagens no local adequado indicado na nota fiscal, dentro do prazo de até um ano.

Depois destes processos, a responsabilidade por dar a destinação correta às embalagens vazias devolvidas é da indústria fabricante – representada pelo inpEV -, que as encaminha para a reciclagem ou incineração. Ao poder público, cabe a fiscalização do funcionamento do sistema de destinação: emitir as licenças de funcionamento para unidades recebimento e apoiar os esforços de educação e conscientização do agricultor em conjunto com fabricantes e comerciantes.

Fonte: InpEV

Deixe um comentário

Um comentário em “Primeiro recebimento itinerante de embalagens vazias de defensivos agrícolas acontece no Amapá

  • 21 de setembro de 2016 em 13:55
    Permalink

    el costo de devolución de los envases puede ser evitado utilizando plastico hidrosoluble. El envase disuelve junto al producto,
    son mas comodos de usar e no existe riesgo de contacto con el aplicador.
    Infhidro

Fechado para comentários.