Pescadores do Amapá recebem carteiras com chip para evitar fraudes

18 mil pescadores trocarão carteiras de papel por cartões com chips. Medida cruzará dados para identificar irregularidades em benefícios.

Até o fim de agosto, 18 mil pescadores que atuam na costa amapaense terão a carteira profissional de papel trocada por cartões com chip. A medida é para evitar possíveis fraudes no recebimento de benefícios, a exemplo do seguro defeso. A Superintendência Federal da Pesca no Amapá (SFPA-AP) informou ter recebido sete denúncias de fraudes em 2013. Todos os processos foram encaminhados para a Polícia Federal.

A entrega das carteiras iniciou no fim de maio, com duas mil novas carteiras profissionais. Segundo o superintendente da SFPA, Fábio Muniz, a expectativa é diminuir em 30% o número de cadastros no Amapá depois de identificar possíveis cadastros falsos, até a conclusão das trocas pelos cartões com chip.

A nova carteira profissional possibilita a realização de cruzamentos de informações dos beneficiários em um banco de dados com órgãos do Governo Federal.

“Mantemos os dados do pescador direto na base do Ministério da Pesca, com rápido acesso. Assim, vamos saber se a pessoa tem vínculo empregatício ou recebe outro benefício da previdência social de forma célere”, explicou Muniz.

A Superintendência da Pesca informou que a entrega das novas carteiras acontecerá nas próprias colônias de pescadores, não havendo necessidade de deslocamento do trabalhador até o órgão para requerer o cartão. A SFPA usa o banco de dados alimentado pelas colônias para emitir os cartões com chip.

Por: Abinoan Santiago
Fonte: G1 

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*