FSC® Friday promove debate em prol das florestas brasileiras

O evento faz parte das comemorações mundiais do FSC para promover o manejo florestal responsável

No dia 26 de setembro, acontece o FSC Friday, uma celebração global acerca das florestas que tem o objetivo de reforçar a importância do manejo florestal responsável. Para levantar a bola sobre o assunto no país, o FSC Brasil promove um encontro com representantes das câmaras social, ambiental e econômica para debater as decisões da 7ª Assembleia Geral do FSC, que aconteceu entre os dias 7 e 14 em Sevilla, na Espanha. Cerca de 600 participantes de mais de 60 países, representando ONGs, empresas, movimentos sociais e sindicatos participaram do evento.

Para se ter uma dimensão da importância do tema, cerca de 183 milhões de hectares são certificados FSC no mundo, uma área superior a soma das regiões Sul e Sudeste do Brasil. Isso significa que qualquer mudança no sistema, por menor que seja, tem um impacto imenso. Só no Brasil, o sexto país do ranking, são mais de seis milhões de hectares. E aqui, o crescente compromisso das nossas empresas e organizações com o sistema FSC se reflete em números, o que tornou o País a terceira maior delegação na Assembleia. “Todas as decisões tomadas nas AG farão parte de um plano de ação e os escritórios nacionais ficam envolvidos na execução de quase todas essas decisões”, diz Fabiola Zerbini, diretora do FSC Brasil. “Nós somos a base da pirâmide, em termos de quem executa”, completa.

Com reuniões a cada três anos, a Assembleia do FSC é o maior encontro mundial para tomada de decisão desse sistema de certificação florestal, o único que leva em conta aspectos econômicos, sociais e ambientais, tornando-se a prova concreta do seu discurso de governança tricameral. Segundo Roberto Waack, da Amata, representante da câmara econômica, a Assembleia proporciona uma interação única dos atores florestais. “Isso resulta no desenho de práticas florestais que contemplam visões de diferentes demandas e representa uma evolução significativa em como os recursos do planeta devem ser gerenciados pela sociedade”, diz.

Entre os assuntos discutidos e as moções aprovadas durante a reunião que terão consequências no e para o Brasil estão o uso otimizado de fertilizantes, a conversão de áreas de plantações em outros usos, as normas de madeira controlada e a importância dos plantios florestais. Além dessas, a decisão de dar ainda mais voz ao Comitê Permanente de Povos Indígenas do FSC tem como objetivo criar medidas específicas para essas comunidades. E isso é fundamental, porque as terras indígenas são estratégicas para a conservação das florestas e o bom uso delas também fortalece a luta politica deles por ela.

Sobre o maior rigor na certificação de áreas que incluem ou estão muito próximas àquelas definidas como intactas, que não podem ser manejadas, a ideia é minimizar riscos. Porque assim como quando se abre um estrada principal, surgem várias outras menores depois, essa proximidade pode abrir as portas para a ilegalidade. Essa análise mais rigorosa tem como pano de fundo a reafirmação de que as florestas tropicais são a prioridade número 1 do FSC e que a conservação delas depende do seu uso inteligente.

FSC 20 anos

Este ano, o FSC comemora, com inúmeras conquistas, 20 anos de atividades. Ainda assim, e principalmente no que diz respeito às florestas tropicais, os desafios são grandes. Engajar as partes envolvidas e desmistificar a certificação são ações essenciais para a transformação necessária. Quanto mais discussão e envolvimento, melhor será o sistema e o retorno dele. Na sexta-feira, dia 26, o FSC Brasil chama à mesa representantes das três câmaras e com pontos de vista de florestas plantadas e nativas. Roberto Waack, da Amata, Elizabeth de Carvalhaes, da Ibá – Indústria Brasileira de Árvores, Maytê Rizek, membro individual da câmara social, e Mauro Armelin, da WWF Brasil, além da Fabíola Zerbini, falarão sobre o futuro da certificação e como os investimentos em florestas podem maximizar benefícios para todos.

Serviço:

DIA: 26/09/2014 – SEXTA-FEIRA

HORA: DAS 15H00 ÀS 17H30
LOCAL: IBÁ – INDÚSTRIA BRASILEIRA DE ÁRVORES Rua Olimpíadas, 66 – 9º andar – Vila Olímpia – São Paulo
A confirmação da presença é obrigatória, devendo ser feita até o dia 25/09 pelo telefone (11) 3884-4482 ou pelo e-mail alessandra@fsc.org.br

Fonte: Assessoria FSC

Deixe um comentário