Grupo de índios isolados da etnia Korubo faz contato no Amazonas

Maloca dos Korubo

Um homem, uma mulher e quatro crianças do povo indígena isolado Korubo estabeleceram contato com indígenas da etnia Kanamari no Rio Itaquaí, na Terra Indígena Vale do Javari, no Amazonas, anunciou nesta quarta-feira (17) a Funai ( Fundação Nacional do Índio) nesta quarta-feira.

A região abriga a maior quantidade conhecida de povos indígenas isolados do mundo. O grupo Korubo foi levado para a aldeia Massapê pelo povo Kanamari na terça (9) da semana passada.

Os indígenas receberam os primeiros atendimentos médicos preventivos na própria aldeia. Funai e Sesai iniciaram encaminhamentos visando proteção epidemiológica do grupo Korubo, tomando as medidas necessárias para o acionamento do Plano de Contingência para situações de contato com grupos isolados.

A Funai informou que o grupo encontra-se no momento na Base de Proteção Etnoambiental Ituí-Itaquaí, onde servidores mantêm diálogo com os indígenas recém-contatados para garantia de sua autonomia e autodeterminação, visando ainda um isolamento epidemiológico.

Outro grupo do povo Korubo, composto por 16 pessoas, foi contatado em 1996 pela Funai, que diagnosticou, na época, a necessidade de estabelecimento de contato após sucessivos conflitos com o entorno não-indígena, que acarretaram várias mortes entre os Korubo.

Atualmente, a população contatada de 33 pessoas vive no rio Ituí, Terra Indígena Vale do Javari. Há ainda outros grupos Korubo que permanecem em situação de isolamento e que são monitorados pela Funai Além do atendimento ao grupo Korubo contatado em 1996, a Funai atua na localização e no monitoramento de povos indígenas isolados e na proteção territorial Terra Indígena Vale do Javari.

Por: Altino Machado
Fonte: Terra Magazine/ Blog da Amazônia 

Deixe um comentário

Um comentário em “Grupo de índios isolados da etnia Korubo faz contato no Amazonas

  • 17 de setembro de 2014 em 21:54
    Permalink

    Acredito que no Brasil, vivem hoje os únicos seres isolados do planeta(nunca tiveram contato com outra civilização), mantém seus costumes e tradições(cultura) de milênios, ainda intocável e pura.Nós não temos a devida dimensão do que isto representa.Em pleno século XXI, seres humanos que vivem no mais absoluto isolamento e tendo somente o que a natureza lhes oferece para viver, não conhecem remédio industrializado, produtos industrializados, móveis, mantem-se puros e intocáveis. Entendo que a antropologia, a sociologia e a própria medicina devia dar uma atenção maior a essas pessoas, que muito tem a nos ensinar, em valores e desapego. Uma pena que nossa avassaladora cultura branca (dita superior), deveria buscar mais subsídios com esses povos. A quele vídeo do primeiro contato com os Índios isolados, nos remete a um passado distante e recente, é uma epopeia, é uma viagem no tempo e que vivemos em tempo real. Uma pena que tudo isso que está acontecendo hoje 2014, passe despercebido pela grande maioria da população da população mundial.

Os comentários estão desativados.