PF apreende quase R$ 25 mil e detém 15 suspeitos de crime eleitoral em Roraima

Policiais federais em Roraima detiveram 15 pessoas suspeitas de envolvimento com crimes eleitorais, entre ontem (25) e hoje (26).  Quase R$ 25 mil foram apreendidos com os suspeitos.  Agentes de Brasília foram enviados ao estado para reforçar o efetivo local durante a operação Eleições 2014 – 2º Turno, que acontece em todas as cidades do estado para reprimir ilícitos de campanha.

Pouco mais de R$ 5,4 mil foram apreendidos em Mucajaí (RR), onde os policiais também recolheram agendas, cadernos, cópias de carteiras de identidade, CPF e títulos de eleitor, indícios, segundo a PF, da compra de votos.

Em Alto Alegre, foram apreendidos R$ 15 mil e cumpridos sete mandados de busca e apreensão. Os mandados judiciais foram expedidos devido a um inquérito policial instaurado para apurar a compra de votos. Na mesma ocorrência, foram apreendidos documentos e uma arma de fogo. Mandados de busca e apreensão também foram cumpridos em três endereços da capital, Boa Vista.

Já em Pacaraima, foram apreendidos R$ 4 mil, documentos, anotações e mídia que confirmavam indícios de compra de votos.

Das 15 pessoas detidas, hoje, dez eram vendedores ambulantes, flagrados em frente a locais de votação, anunciando seus produtos por preços alusivos ao número dos partidos. A prática, segundo a Polícia Federal, foi interpretada como boca de urna. Outras quatro pessoas foram detidas e conduzidas a prestar depoimento por estarem fazendo pesquisa de boca de urna.

Por: Alex Rodrigues
Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Marcos Chagas

Deixe um comentário