Após registrar reação em crianças, Amazonas suspende vacinação contra sarampo

A Secretaria de Saúde do Amazonas suspendeu a vacinação contra o sarampo em todo o estado depois que a capital, Manaus, registrou quatro casos de reação à dose. A imunização começou no último dia 8 e deveria ser mantida até o dia 28 de novembro.

De acordo com o presidente da Fundação de Vigilância em Saúde, Bernardino Albuquerque, quatro crianças tiveram reação alérgica após terem sido vacinadas – três delas apresentaram reação anafilática logo depois da aplicação e uma delas apresentou hipersensibilidade à dose com ocorrência tardia.

“Estamos aguardando o posicionamento do Ministério da Saúde. Até onde sabemos, isso não ocorreu só aqui no estado do Amazonas. Em outros estados isso também vem ocorrendo. Por medida de precaução, as secretarias de Saúde do estado e do município resolveram interromper a campanha até que sejam esclarecidos os fatos”, destacou Albuquerque.

A vacina utilizada na campanha é a tríplice viral que, além de proteger contra o sarampo, imuniza também contra caxumba e rubéola. A faixa etária indicada para receber a dose inclui crianças de 1 a 5 anos incompletos.

Por: Paula Laboissière
Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: José Romildo
Colaborou Michelle Moreira, do Radiojornalismo

Deixe um comentário