Segunda Turma do STF condena deputado Chico das Verduras por corrupção ativa

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) condenou, ontem (11), o deputado federal Francisco Vieira Sampaio, conhecido como Chico das Verduras (PRP-RR), a quatro anos e oito meses de prisão por corrupção ativa. Na decisão, os ministros também determinaram que após o trânsito em julgado da ação, a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados seja comunicada para que o mandato do parlamentar seja cassado, em função da condenação.

De acordo com a denúncia apresentada pelo Ministério Público, em 1998, o parlamentar falsificou 122 títulos de eleitor após oferecer R$ 3 mil para uma funcionária do cartório eleitoral, que repassou os documentos a ele. Os títulos foram utilizados para que falsos eleitores votassem no deputado. Ele também foi acusado de crime eleitoral, mas a pena de seis anos e oito meses de prisão prescreveu. Na defesa encaminha ao processo, os advogados de Chico das Verduras afirmaram que não há provas da falsificação.

Por: André Richter
Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Marcos Chagas

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*