Retrospectiva: indígenas são destaque no esporte roraimense na temporada

No alto da Serra Camararém (Uiramutã), no futsal e em variadas disputas esportivas os índios de Roraima se destacaram no ano de 2014 com personalidade e criatividade

Os indígenas se destacaram no esporte no ano de 2014 tanto em Roraima como no resto do Brasil. Quando não foi pelo desempenho em competições, eles brilharam com criatividade e amor ao futebol, o que chamou atenção de muitos e inclusive fez a Serra Camararém, no Uiramutã, conhecida nacionalmente.

Amor cravado no topo A paixão pelo futebol já provou que rompe barreiras religiosas, políticas e etnológicas. Um é exemplo é a Serra Camararém, localizada na Terra Indígena Raposa Serra do Sol, no município de Uiramutã (RR), 360 km distante da capital roraimense, Boa Vista. No alto da montanha os índios desenharam símbolos de times tradicionais do futebol brasileiro: Flamengo, Botafogo, Corinthians, Palmeiras e Vasco.

Além da grande distância para a capital roraimense, o acesso à Comunidade Indígena Camararém é feito na maioria das vezes por carro 4 x 4 ou helicóptero, devido à dificuldade de se chegar ao local. As crianças brincam com a bola no campinho improvisado.

Meninas que encantaram

Meninas macuxis deram um show de simpatia nos Jogos da Juventude (Foto: Ascom/Seed)

O time feminino de futsal da escola estadual Indígena Índio Macuxi foi eliminado ainda na primeira fase dos Jogos Escolares da Juventude.  Porém, a equipe formada exclusivamente por indígenas encantou na competição pela simpatia e vontade de vencer.  Veja o vídeo.

As meninas da etnia macuxi, da Comunidade Napoleão, município de Normandia, conquistaram seis pontos em três jogos (duas vitórias e uma derrota) ficando em segundo lugar no grupo. Da chave C, apenas um time se classificaria para as semifinais. O time foi desclassificado pelo saldo de gols.

Campeã

Na competição que reuniu os indígenas do estado quem se destacou foi a Universidade Federal de Roraima (UFRR).  A instituição tornou-se tricampeã dos Jogos Universitários Indígenas (JUIRR), promovido pela Federação Universitária de Esportes de Roraima (FUER), em parceria com o Exército Brasileiro.

A UFRR na classificação geral venceu a terceira edição dos jogos com 370 pontos, de acordo com a pontuação definida em regulamento.  Em segundo lugar ficou a Faculdade Cathedral com 50 pontos.  Também participaram convidados do Exército Brasileiro e Base Aérea de Boa Vista (BABV).

Fonte: Globo Esporte

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*