Fruta amazônica que tem safra a cada quatro anos pode ser extinta devido forma de colheita

Caramuri, fruto que ganhou fama durante a Copa do Mundo, pode desaparecer. Maneira de extração derrubando árvores deixa espécie sob risco de extinção. Fruto é colhido a cada quadriênio

Para colher o fruto, ruralistas derrubam a árvore que pode medir até 25 metros (Euzivaldo Queiroz)

O Caramuri, fruta amazônica rara que só dá de quatro em quatro anos, e que por isso concorreu a um dos símbolos da Copa do Mundo de 2014, continua fazendo sucesso até quando gerada fora de tempo. A safra, esperada no ano do Mundial atrasou, mas veio com força neste início de 2015.

O empresário Beto Mafra, maior propagador do fruto ao batizar uma bola de futebol com o nome do mesmo, estendeu a marca a outros materiais esportivos.

Entretanto, sua grande preocupação é com a extinção da espécie, visto que sua colheita é feita com a derrubada da árvore, principalmente em Maués (a 267 quilômetros de Manaus), onde a produção é grande.

“É uma cultura do povo da região, até porque a árvore é muito alta (25 metros) e o fruto fica na copa. Mas, essa espécie nativa precisa ser estudada para que no futuro, a polpa, que é muito gostosa, possa ser comercializada como é a do cupuaçu, por exemplo”, defende Mafra.

Em Manaus não é comum, mas, nos períodos de safra, o caramuri é encontrado em grande escala em todas as feiras públicas de Maués.

Frutos da espécie, desconhecida até por profissionais do ramo, foram entregues em 2012 a pesquisadores da Embrapa Amazônia Ocidental, com sede em Manaus, mas até o momento nenhum estudo específico foi desenvolvido.

“O ciclo de produção é muito longo mas quem sabe, estudos científicos não levem à redução desse período de safras. É preciso que façam alguma coisa para manter essa preciosidade”, apela Mafra.

Por: Nelson Brilhante
Fonte: A Crítica 

Deixe um comentário

3 comentários em “Fruta amazônica que tem safra a cada quatro anos pode ser extinta devido forma de colheita

  • 10 de maio de 2018 em 11:57
    Permalink

    Que absurdo isso!! Derrubar uma árvore para pegar os frutos e ter lucros apenas por uma safra… que idiotice!! Idiotice ou burrice mesmo! Faz uma pêia, um andaime, uma escada… Sei lá…

  • 11 de novembro de 2016 em 22:34
    Permalink

    Sou um.colexiomadoe se frutas, Gostaria de sementes da fruta caramujo, como faço para obter????

  • 5 de maio de 2016 em 21:21
    Permalink

    Algo tem que ser feito para salvar o nosso caramuri essa preciosidade que só nos amazônidas temos ano passado aqui nas feiras de Autazes 1 litro chegou a ser vendido a R$ 5,00 quantas arvores foram derrubadas para coleta dsse fruto. estou com um projeto coibir essa pratica em meu município, vamos unir forças HELIO GOMES DA SILVA Subsecretario do Meio Ambiente DE Autazes-AM

Fechado para comentários.