Polícia Ambiental constata desmate irregular

Árvores de espécies ameaçadas de extinção foram cortadas sem autorização em Capanema (PA).

Uma área de desmate de aproximadamente 12.000 m³ de vegetação nativa foi descoberta pela Polícia Ambiental na comunidade de São Luiz, interior de Capanema, no sudoeste do Estado.

A área foi descoberta durante averiguação de uma denúncia anônima recebida pela Polícia Ambiental de Francisco Beltrão. O proprietário não possuía autorização florestal para realizar o desmate e foi autuado por crime ambiental, cuja pena pode chegar a três anos de detenção.

Dentre as árvores cortadas, estão espécies como Marfim, Cabreúva e Canela Preta, que figuram na lista oficial das espécies ameaçadas de extinção no Paraná. A multa ao infrator poderá chegar a R$ 20 mil. No local também foram apreendidos 17m³ de madeira, os quais serão doados à uma instituição local após o aval da justiça.

Fonte: RBJ Capanema

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*