Após vazante, Rio Acre sobe 10 cm em 3h em Rio Branco

Nível marcou 16,20 metros às 9h, desta quinta-feira (12). Previsão é de mais chuva para o Acre, diz Defesa Civil

Rio Acre voltou a subir nesta quinta, após vazante (Foto: Divulgação Secom Acre)

O Rio Acre em Rio Branco subiu dez centímetros em três horas e marcou 16,20 metros, na medição das 9h, após oito dias de vazante. Apesar da subida, a Defesa Civil não acredita que o nível atinja a marca histórica de 18,40, registrada em 4 de março. No entanto, afirma que o rio deve continuar subindo, já que a previsão é de muita chuva na região.

“Temos previsão de mais chuva para os próximos dias pelo menos até o dia 18 deste mês. Choveu aqui em Rio Branco esta madrugada, nesse momento chove muito em Xapuri e em parte de Brasileia e, ontem à noite, choveu muito no Riozinho do Rola. Isso reflete na subida do Rio Acre em Rio Branco. Não é possível precisar quanto mais ele deve subir, mas será dificil que ele suba até o nível máximo que chegou que foi de 18, 40 metros”, acredita o capitão Claudio Falcão, do Corpo de Bombeiros.

Nos últimos dias, o rio vinha baixando lentamente, em média 1 centímetro a cada três horas. Segundo o capitão Claudio Falcão isso estava ocorrendo porque o Rio Purus continua cheio. “No Rio Purus está muito cheio. Ele funciona como uma espécie de barreira para dar menos velocidade na vazante do Rio Acre aqui na capital isso explica também porque o rio aumentou e poderá aumentar ainda mais”, diz.

Calamidade

Apenas em Rio Branco, a enchente histórica do Rio Acre alcançou 53 bairros, tirou de casa 10,4 mil pessoas e afetou diretamente mais de 87 mil habitantes. No total, a cheia atingiu os municípios de Assis Brasil, Epitaciolândia, Brasileia, Xapuri e Porto Acre.

Das mais de 10,4 mil pessoas desabrigadas pela enchente histórica do rio, apenas 1,7 mil retornaram para seus lares até esta quinta-feira (12). De acordo a Sala de Situação, dos 53 bairros atingidos, 48 permanecem alagados mesmo com a vazante.

No dia 4, a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec) reconheceu o estado de calamidade pública por rito sumário para as cidades de Rio Branco e Brasileia.

Nesta terça-feira (10), a União liberou mais de R$ 4,5 milhões para a execução de ações de socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais nos municípios de Rio Branco, Xapuri, Epitaciolândia, Sena Madureira e Assis Brasil, atingidos pela cheia do Rio Acre. A publicação das cinco portarias foi feita no Diário Oficial da União, desta terça-feira (10).

Fonte: G1

Deixe um comentário

Um comentário em “Após vazante, Rio Acre sobe 10 cm em 3h em Rio Branco

  • 12 de março de 2015 em 19:07
    Permalink

    Espero que os habitantes do Acre tenham fé nesse momento tão difícil..

Os comentários estão desativados.