Governo antecipa pagamento de benefícios para moradores do Acre

Região de Rio Branco sofre com a cheia do Rio Acre Diego Gurgel/Agência de Notícias do Acre

O governo decidiu antecipar os benefícios pagos aos moradores do Acre que enfrentam situação de calamidade devidos às enchentes causadas pela cheia do Rio Acre. Durante reunião ocorrida esta tarde no Palácio do Planalto, os ministros da Secretaria-Geral da Presidência, Miguel Rossetto, e da Previdência, Carlos Gabas, e parlamentares da bancada acriana, foi assinada portaria oferecendo o socorro às pessoas atingidas.

De acordo com Carlos Gabas, a ajuda será feita por meio do adiantamento de uma parcela de benefícios previdenciários a aposentados, pensionistas, além de idosos e pessoas com deficiência que recebem o Benefício de Prestação Continuada de Assistência Social.

Os dois municípios contemplados pela ação emergencial serão a capital Rio Branco, que tem 41 mil beneficiados, e Brasileia, com 3,5 mil. Segundo o ministro, é necessário, no entanto, que as pessoas solicitem o adiantamento, que será pago pelo beneficiário de modo parcelado, em 36 meses sem juros. Não fazem parte dos benefícios os temporários, como o auxílio-doença.

Caso todos solicitem o repasse dos benefícios, ele vai custar R$ 37 milhões. “Esse benefício será creditado na conta-corrente do beneficiário ou por meio de cartão, e estará disponível em seguida”, disse. Gabas informou ainda que a solicitação tem que ser feita na agência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) nas duas cidades. Ele também anunciou que na próxima semana visitará o estado.

No início desta semana, o governo liberou R$ 2,5 milhões para ajudar o Acre.

Por: Paulo Victor Chagas
Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Aécio Amado

Deixe um comentário