Seis novas aldeias indígenas serão construídas em área da BR-156, no AP

Obras serão no trecho Norte, que liga Macapá ao município de Oiapoque. Início da construção das aldeias está previsto para junho.

O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) no Amapá vai construir seis novas aldeias indígenas em uma área atingida pela pavimentação da BR-156, no trecho Norte, que liga Macapá ao município de Oiapoque, distante 590 quilômetros da capital. A previsão é de que as obras iniciem no mês de junho.

As comunidades indígenas que vivem na área serão remanejadas para as novas aldeias. Segundo o superintendente regional do Dnit, Fábio Vilarinho, serão construídas casas populares, centros comunitários, escolas e postos de saúde nos espaços.

“Este foi um convênio firmado com o governo do Amapá e agora o Dnit vai executar a construção das aldeias, para, posteriormente, repassar para a Fundação Nacional do Índio [Funai], que vai administrar a locação das tribos para cada aldeia”, disse.

Segundo ele, o valor total para a construção das novas aldeias está orçado em cerca de R$ 20 milhões. Cada aldeia, de acordo com Vilarinho, custa em média de R$ 3 milhões a R$ 3,5 milhões.

Em agosto de 2014, o Ministério Público Federal (MPF) apontou falhas no processo licitatório de pavimentação da BR. Um dos principais problemas, segundo o Dnit, estava na demora na contrapartida para a construção das aldeias. O superintendente disse que não há data para conclusão da pavimentação.

“Após a construção das aldeias e a finalização do projeto, vamos fazer a licitação para a obra do trecho que está faltando”, disse.

Por: Jéssica Alves
Fonte: G1 

Deixe um comentário