Durante protesto em Belo Monte, trabalhadores são atropelados e mortos

Carro em alta velocidade avançou sobre trabalhadores e trabalhadoras que trancavam a rodovia Transamazônica, no Pará. Vários manifestantes ficaram feridos. Um rapaz morreu no local do atropelamento e uma mulher morreu a caminho do hospital. Confira a Nota do Movimento dos Atingidos Por Barragens (MAB):

Na noite de ontem (18), os agricultores organizados no Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR) de várias cidades da Transamazônica e Xingu, no Pará, que bloqueavam a BR-230 e acessos dos canteiros de obras da Usina de Belo Monte sofreram um atentado.

Um motorista que conduzia um Fiat Palio, mostrou-se revoltado contra o bloqueio e avançou para cima das pessoas, deixando vários feridos, sendo três em estado mais grave. Um rapaz morreu na hora e uma trabalhadora morreu a caminho do hospital.

Trancar uma rodovia não é uma opção, é uma necessidade para quem quer lutar por direitos nesse país. É maneira de forçar o Estado a ceder e negociar pautas históricas de trabalhadores e trabalhadoras.

O Movimento dos Atingidos Por Barragens (MAB) repudia a violência contra qualquer trabalhador/trabalhadora, sobretudo quando estes estão em luta. É inadmissível continuarmos perdendo nossos companheiros e companheiras pelo fato de estarem em luta.

Essa ação não partiu apenas de alguém descontente com a rodovia trancada, há indícios de que foi uma ação premedita e criminosa. Logo após atropelar os trabalhadores, mais adiante o motorista parou e ateou fogo no carro. O motorista fugiu em uma motocicleta que vinha dando cobertura ao atentado. Os agricultores afirmam que ambos estavam armados e que ameaçaram matar mais pessoas.

Até o momento a polícia não conseguiu identificar o autor da ação.

Não podemos admitir que essas mortes fiquem impunes! Exigimos justiça!

Fonte: MAB

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.