Grupo quer 5 mil chineses em obra das linhas de Belo Monte

Linhas de transmissão de uma usina hidrelétrica no País. Foto de arquivo: Abr

O tempo revelará que os bilionários chineses vieram investir com a certeza de que a lei de regulamentação da Terceirização vai ser aprovada no País. As empresas chinesas são os que mais empregam assim no Brasil.

Os chineses da State Grid, consórcio que controla a obra, querem trazer para o País 5 mil compatriotas para a construção das linhas de transmissão da usina de Belo Monte – que está atrasada em mais de 12 meses. A State é sócia majoritária de Furnas e Eletronorte na obra.

O caso, em debate sigiloso na Eletrobras e no Planalto, foi antecipado pela Coluna.

Por: Leandro Mazzini
Fonte: UOL/ Blog Coluna Esplanada

 

Deixe um comentário