MPF e indígenas discutem desintrusão e proteção de área Tembé no Pará

Reunião foi realizada nesta quarta-feira, 29 de abril, em Paragominas.

Lideranças da Terra Indígena (TI) Alto Rio Guamá, dos Tembé, no nordeste do Pará, estiveram nesta quarta-feira, 29 de abril, na sede do Ministério Público Federal (MPF) em Paragominas para buscar informações sobre a desintrusão (retirada de não índios) a ser realizada na TI por determinação de sentença judicial de outubro de 2014.

A procuradora da República em Paragominas, Nathália Mariel Ferreira de Souza Pereira, informou aos Tembé que os trabalhos estão na fase de levantamento de dados sobre a área da desintrusão. O levantamento está sendo feito pelo Exército e pelo Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam).

O plano de trabalho para a desintrusão está em elaboração pela Secretaria da Presidência da República, pelo Ministério da Justiça, pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário e pela Fundação Nacional do Índio.

Acompanhados por representantes da organização da sociedade civil de interesse público (oscip) Equipe de Conservação da Amazônia, os indígenas também solicitaram ao MPF apoio para a proteção territorial da TI. Ficou decidido que o MPF solicitará à Polícia Federal e ao Batalhão de Polícia Ambiental da Polícia Militar do Estado reunião para discussão do tema.

Fonte: MPF – Ministério Público Federal

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.