Festival de Parintins gera renda para moradores da cidade amazonense

Aos poucos, Parintins – a 369 quilômetros de Manaus – vai se pintando de azul e vermelho, com a chegada dos turistas para a 50ª edição do Festival Folclórico de Parintins, que começa nesta sexta-feira (26). Bom para o comércio, que comemora lucro certo. A apresentação marca a disputa entre os bois Garantido e Caprichoso.

O movimento começou tardio na cidade que costuma receber um fluxo grande de pessoas, desde o início da semana. Mas, apesar disso, o taxista Joel Nogueira, de 36 anos, tem boas expectativas. Ele disse que todos os anos participa dos festejos e estranhou que o movimento de visitantes só tenha começado nos dois últimos dias. “Agora a cidade começou a encher, com barcos lotados, aviões. Então, está sendo maravilhoso para nós”, ressaltou.

Cidade cheia é sinônimo de hotéis lotados. Além da típica hospedagem em barcos, muitas pessoas buscam hotéis e pousadas para se alojar. O esquema cama e café também vira uma opção. É justamente esse o serviço oferecido por Maria do Rosário dos Santos há 18 anos. Além dos modestos quartos da pousada, ela aluga até o que ela dorme, para não deixar ninguém sem hospedagem.

Ela disse que aluga todos os cômodos, sempre, no Festival de Parintins. “Recebo muita gente de fora, [pessoas] de todos os estados já vieram aqui, e do exterior também. Eu gosto. Foi de uma grande valia. Tudo o que eu tenho agradeço a esse projeto cama e café, feito há 18 anos. É um período de cinco dias aproximadamente, né? É um meio de você ganhar um dinheiro, melhorar um pouco”, analisou.

O festival também é uma época de bons negócios para Delcínio Garcia, de 39 anos. Ele fatura de R$ 100 a 200 por noite transportando turistas em seu triciclo – espécie de bicicleta com carroceria. O veículo é muito comum na cidade e atrai a atenção principalmente dos turistas.

Nem o estado de emergência decretado pela prefeitura de Parintins, no mês passado, afastou os visitantes. O Rio Amazonas está com nível acima do normal e inundou a parte mais baixa da cidade. Segundo o Serviço Geológico do Brasil, a situação só deve começar a mudar em meados de julho.

Na manhã de hoje foi sorteada a ordem de apresentação dos bois no bumbódromo, e a festa na arena será aberta, amanhã, pelo Boi Garantido, na cor vermelha, seguido do Caprichoso, todo em azul. A ordem de entrada dos bois é alternada no sábado (27) e no domingo (28). Desta forma, o encerramento do festival será com o Boi Caprichoso.

Enquanto os bois aguardam, ocorre  a tradicional Festa dos Visitantes, e a grande atração da noite é a funkeira carioca Anita, famosa pelo hit das poderosas. A entrada para o show é 1 quilo de alimento não perecível.

Por: Graziele Bezerra
Fonte: Radiojornalismo/EBC
Edição: Stênio Ribeiro

Deixe um comentário