Finais dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas começam nesta sexta-feira

Foram cinco dias de provas eliminatórias, que classificaram os atletas indígenas mais velozes, mais precisos, mais fortes e mais técnicos. De hoje (30) até amanhã (31), data do encerramento dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, serão conhecidos os destaques de cada uma das modalidades de integração – arremesso de lança, arco e flecha, cabo de força, canoagem, corrida de 100 metros, corrida de fundo e natação –, além dos vencedores do campeonato de futebol.

As provas aquáticas abriram o dia, com baterias e finais ocorrendo na mesma manhã no Ribeirão Taquaraçu-Grande. As finais de cabo de força masculino e da corrida de velocidade para homens e mulheres estão previstas para ocorrer nesta tarde, a partir das 15h30 (horário de Palmas). À noite, o Estádio Nilton Santos será palco das decisões do futebol feminino, entre Xerente e Canadá, e masculino, com Xerente e Bolívia.

O regulamento aponta sete classificados por eliminatória do arco e flecha, totalizando 21 finalistas. Em caso de empate, haverá uma outra prova somente para os postulantes à final que tiverem o mesmo número de pontos. Trinta participantes entraram para a última prova do arremesso de lança, enquanto quatro ou cinco competidores farão a final da corrida de 100 metros.

O cabo de força foi dividido em chaves classificatórias, e as duas melhores equipes de cada gênero vão para a corda. Com um percurso de 8,4 quilômetros, a corrida de fundo terá largada na manhã de sábado (31), às 7h. O trajeto da prova, que passará por ruas da capital tocantinense, ainda não foi confirmado.

Até a publicação desta matéria, os resultados oficiais de todas as eliminatórias e a relação dos atletas finalistas não havia sido disponibilizada pela organização. O site oficial do evento revela apenas os classificados das primeiras eliminatórias do cabo de força, da primeira e segunda etapa do arco e flecha e da primeira etapa do arremesso de lança, todos disputados no domingo e segunda-feira passados.

A assessoria de imprensa do Comitê Intertribal, realizador da parte esportiva do evento, informou que os dados ainda precisavam ser validados e conferidos antes de serem divulgados. O Ministério do Esporte, responsável pelo site oficial dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, não respondeu à solicitação da reportagem.

Mesmo contando com fase eliminatória e finais, os esportes de integração têm um sistema de premiação próprio e, por vezes, fogem do modelo não indígena. Em vez de conferir aos três primeiros colocados medalhas de pesos e simbolismo distintos, os quatro melhores receberão o mesmo prêmio.

Por: Nathália Mendes
Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Carolina Pimentel

Deixe um comentário