Inmet alerta 106 municípios do Maranhão sobre baixa umidade do ar

Segundo instituto, índices podem variar entre 10% e 25% no fim de semana.
Riscos são para a saúde; veja o que fazer para se prevenir.

 

Zona de alerta sobre baixa umidade inclui mais de 100 municípios no Maranhão (Imagem: Inmet)
Zona de alerta sobre baixa umidade inclui mais de 100 municípios no Maranhão (Imagem: Inmet)

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), por meio do Centro Virtual para Avisos de Eventos Meteorológicos Severos (Alert-AS), emitiu alerta sobre o perigo da baixa umidade relativa do ar no Maranhão até este sábado (17).
Ao todo, 106 municípios das regiões centro, oeste, leste e sul maranhense estão na zona de alerta para os riscos potenciais à saúde – veja a lista completa abaixo. Segundo o Inmet, a umidade pode variar entre 10% e 25% no período.
Nas últimas horas, duas cidades do Maranhão tiveram os mais baixos índices de umidade relativa do ar do Nordeste. Caxias e Barra do Corda tiveram 26%.
De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), nessas condições, deve-se evitar exercícios físicos ao ar livre entre 10h e 16h; umidificar o ambiente por meio de vaporizadores, toalhas molhadas ou recipientes com água; permanecer em locais protegidos do sol; consumir água à vontade; evitar aglomerações em ambientes fechados; e usar soro fisiológico para olhos e narinas, para evitar o ressecamento.
A baixa umidade relativa do ar e as altas temperaturas favorecem ainda a ocorrência de queimadas. Na terra indígena Arariboia, um terço da região de mata já foi consumido pelo fogo.
Para este fim de semana, o Inmet prevê tempo nublado a parcialmente nublado no norte e centro do Estado. Nas demais áreas, tempo parcialmente nublado a claro. Mesmo com as condições, a temperatura máxima pode alcançar os 39°C no fim de semana.

Veja a lista completa de municípios em alerta pela baixa umidade:

Açailândia, Afonso Cunha, Aldeias Altas, Alto Parnaiba, Amarante do Maranhão, Arame, Balsas, Barra do Corda, Barão de Grajaú, Benedito Leite, Bernardo do Mearim, Bom Jesus das Selvas, Bom Lugar, Brejo de Areia, Buriti Bravo, Buriticupu, Buritirana, Campestre do Maranhão, Capinzal do Norte, Carolina, Caxias, Cidelândia, Codó, Coelho Neto, Colinas, Coroatá, Davinópolis, Dom Pedro, Esperantinópolis, Estreito, Feira Nova do Maranhão, Fernando Falcão, Formosa da Serra Negra, Fortaleza dos Nogueiras, Fortuna, Gonçalves Dias, Governador Archer, Governador Edison Lobão, Governador Eugênio Barros, Governador Luiz Rocha, Grajaú, Graça Aranha, Igarapé do Meio, Imperatriz, Itaipava do Grajaú, Itinga do Maranhão, Jatobá, Jenipapo dos Vieiras, Joselândia, João Lisboa, Lago da Pedra, Lago do Junco, Lago dos Rodrigues, Lagoa do Mato, Lagoa Grande do Maranhão, Lajeado Novo, Lima Campos, Loreto, Marajá do Sena, Matões, Mirador, Montes Altos, Nova Colinas, Nova Iorque, Paraibano, Parnarama, Passagem Franca, Pastos Bons, Paulo Ramos, Pedreiras, Peritoró, Porto Franco, Poção de Pedras, Presidente Dutra, Riachão, Ribamar Fiquene, Sambaíba, Santa Luzia, Santo Antônio dos Lopes, Senador Alexandre Costa, Senador La Rocque, Sucupira do Norte, Sucupira do Riachão, São Domingos do Azeitão, São Domingos do Maranhão, São Francisco do Brejão, São Francisco do Maranhão, São Félix de Balsas, São José dos Basílios, São João do Paraíso, São João do Sóter, São João dos Patos, São Luis Gonzaga do Maranhão, São Pedro d’Água Branca, São Pedro dos Crentes, São Raimundo das Mangabeiras, São Raimundo do Doca Bezerra, São Roberto, Sítio Novo, Tasso Fragoso, Timbiras, Timon, Trizidela do Vale, Tuntum, Victorino Freire e Vila Nova dos Martírios.

Fonte: G1 Maranhão
Por: Maurício Araya

Deixe um comentário