Tremor é sentido por moradores de fronteira do AC com o Peru

Dois abalos foram registrados, um de magnitude 5,0 e outro de 4,9. Moradores de Brasileia sentiram tremor na noite de quinta-feira (7).

Moradores de municípios localizados na fronteira do Acre com o Peru voltaram a sentir abalos sísmicos na região. Em Brasileia, há relatos dos tremores na noite de quinta-feira (7). Segundo informou o Serviço Geológico dos EUA (USGS) dois tremores foram registrados, um deles de magnitude 5,0 aconteceu por volta de 22h30 (1h30 hora de Brasília) com profundidade de 10 km.

O outro ocorreu por volta de 11h14 (2h14 hora de Brasília) com magnitude 4,9. Os dois tiveram o epicentro no Peru. Ainda segundo o USGS, o segundo tremor teve profundidade de 53,9 km.

O jornalista Alexandre Lima, 45 anos, relata que estava no trabalho, no município de Brasileia, quando sentiu a terra tremer. Ele conta que por precaução saiu do prédio onde estava.

“Estava digitando e de repente meus braços começaram a tremer. Como sofro de pressão alta, pensei que estava passando mal. Porém, logo senti a cadeira balançar, meu corpo todo ficou tremendo. Minha esposa que estava em casa deitada me ligou e disse que também sentiu”, conta.

Funcionário de um hotel em Brasileia, Esmarildo Cavalcante, de 39 anos, conta que sentiu o tremor, mas que não ficou com tanto medo.

“Eu senti, mas não tem o que fazer, por isso tentei ficar tranquilo. Eu estava assistindo a televisão quando o tremor começou”, disse.

Aos 68 anos, a aposentada Maria de Nazaré estava se preparando para dormir quando sua cama tremeu. “Eu não fiquei com medo, mas do jeito que eu estava deitada eu continuei. Já estava indo dormir quando senti a cama se mexendo. Minha filha também sentiu. Eu preferi ficar quieta na minha cama”, relata.

Terremotos no Acre

No dia 24 de novembro de 2015, moradores de ao menos seis cidades do Acre – Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Tarauacá, Sena Madureira, Xapuri e Santa Rosa do Purus – sentiram dois tremores de terra. Os sismos também foi sentidos em Rondônia e Manaus.

Segundo informou o USGS, o tremor de magnitude 7,6 aconteceu às 20h45 (hora de Brasília) na região fronteiriça entre Peru e Brasil – com epicentro no Peru. Ainda segundo o USGS, o tremor teve profundidade de 602 km.

Um outro terremoto de magnitude 6,7 atingiu o municipio de Tarauacá, no Acre, no dia 26 de novembro de 2015. O tremor foi registrado à 0h45 (3h45 em Brasília), a uma profundidade de 604 km. A cidade acreana fica a 400 quilômetros de Rio Branco.

No dia seguinte, 27 de novembro de 2015, um novo terremoto de magnitude 5,1 atingiu o município de Tarauacá. O epicentro do tremor ocorrido à 0h52 (3h52 em Brasília) foi situado 136 km ao sudoeste de Tarauacá a 627 km de profundidade.

Fonte: G1

Deixe um comentário