Adiamento do prazo do CAR não avança no Meio Ambiente

Parlamentares lembram que agricultores que não cumprirem a data de credenciamento perderam vantagens como acesso ao crédito agrícola em 2017

Um grupo de deputados da bancada ruralista se reuniu com a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, nesta terça-feira, dia 15, em Brasília, para pedir o adiamento do prazo para inscrição no Cadastro Ambiental Rural (CAR). Não houve avanço no diálogo e a data final permanece sendo 5 de maio.

De acordo com o deputado federal Heitor Schuch (PSB-RS), a ministra tentou convencer os parlamentares de que não há um prazo final para o CAR. A partir da data estipulada, os produtores começam a perder os benefícios e se iniciariam as sanções, sendo a maior delas o bloqueio de crédito em 2017.

A recomendação de Schuch é a de que os agricultores inscrevam suas propriedades para que não sejam penalizados. “Chegou 5 de maio e não fez, continue fazendo. É que nem campanha de vacinação”, disse.

O deputado Valdir Colatto (PMDB-SC) informou que a ministra garantiu que está buscando uma solução por meio de consulta jurídica para alteração do prazo. Ele lembra que quem aderir ao CAR até a data marcada terá vantagens como acesso ao Programa de Regularização Ambiental (PRA), comercialização de Cotas de Reserva Ambiental (CRA) e crédito agrícola.

O consultor jurídico do Ministério do Meio Ambiente, Mauro Ó de Almeida, diz entender que houve dificuldades na implantação e na harmonização das plataformas do sistema. Por tal razão, afirma que o órgão irá estudar uma saída jurídica para que os benefícios advindos da inscrição do CAR sejam mantidos até depois do prazo.

Decretos

Durante a audiência, a ministra Izabella Teixeira informou que dois decretos relativos ao Código Florestal deverão ser publicados em breve. “O decreto que regulamentará o CRA já está em estudo no Ministério da Fazenda”, disse.

Segundo a ministra, o decreto que converte os crimes ambientais cometidos antes de 22 de julho de 2008 em serviços ambientais está pronto.

Fonte: Canal Rural

Deixe um comentário

Um comentário em “Adiamento do prazo do CAR não avança no Meio Ambiente

  • 19 de março de 2016 em 13:57
    Permalink

    O CAR é importantíssimo para termos uma produção agrícola inteligente dando valor aos nossos recursos naturais, preservando-os. É importantíssima a aderência e compromisso com o cadastro. Desenvolvemos um aplicativo para auxiliar aqueles que querem fazer o CAR. Com ele, é possível demarcar as camadas através do GPS do celular. É o FuraCAR, disponível para celulares Android.
    Também é possível exportar para arquivos kml e shapefile e importar nos sistemas do governo.

Os comentários estão desativados.