Morre professor Paulo Kageyama, reconhecido pela luta em prol da agricultura familiar

Foto: Gerhard Waller
Foto: Gerhard Waller

O professor Paulo Yoshio Kageyama, reconhecido por sua luta em prol da agricultura familiar, faleceu na manhã desta terça-feira (17) na cidade de São Paulo. Atuava como docente da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (USP/ESALQ). A notícia foi dada pela assessoria de imprensa da universidade.

Natural de Santo Anastácio (SP), Kageyama era graduado em Engenharia Agronômica pela Universidade de São Paulo (1969), mestre pela Universidade de São Paulo (1977), doutor em Agronomia (Genética e Melhoramento de Plantas) pela Universidade de São Paulo (1980) e Pós Doutor pela North Carolina State University (1991). Foi Diretor de Conservação da Biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente do Governo Federal (2003-2007). Também figurava, desde 1988, como membro do grupo de Experts da FAO/Roma – para Conservação Genética.

Em seu site o Greenpeace Brasil publicou uma nota se solidarizando com a família do professor e ressaltando a importância de Kageyama para a construção da campanha contra exploração de madeira ilegal na Amazônia, que resultou na iniciativa Desmatamento zero.

Para saber mais sobre o trabalho na área de biodiversidade, projetos junto a assentamentos e sua passagem pelo Ministério do Meio Ambiente assista aos vídeos abaixo:

Parte I – Trajetória

Parte II – Trajetória

Fonte: Amazônia.org

Deixe um comentário