Redução de leitos de internação pelo SUS na Amazônia Legal chega a 960

Maranhão foi o estado que mais perdeu leitos nos hospitais, foram 884

O Brasil perdeu 23.600 leitos de internação no Sistema Único de Saúde (SUS) nos últimos cinco anos.

De acordo com o Conselho Federal de Medicina (CFM), as áreas mais afetadas são: pediatria, psiquiatria e obstetrícia. Segundo o levantamento, houve crescimento de mais de mil leitos destinados à ortopedia e traumatologia. Houve queda em 19 estados. Só no estado do Pará foram 531 leitos a menos. O Amazonas, 256. No Acre, ficou sem 163 leitos de internação. Roraima perdeu um.

Segundo o Ministério da Saúde, no caso dos leitos públicos a redução se deve principalmente à Política Nacional de Saúde Mental que tem trabalhado na desospitalização, a ampliação de cirurgias ambulatoriais e de outros tratamentos realizados em âmbito ambulatorial, introdução de novas técnicas que possibilitou a diminuição da média de permanência no leito.

Para ouvir a reportagem completa, clique no player acima.

Fonte: Rádio Nacional da Amazônia / EBC

Deixe um comentário