Em documentário, websérie mostra caminhos para manter floresta em pé

O minidocumentário “Boas Práticas no Combate ao Desmatamento“, lançado nesta terça-feira (26), traz os caminhos apontados por especialistas para que o desenvolvimento econômico ocorra sem que haja mais derrubada de florestas no Brasil.

O curta é a segunda edição da websérie “Diálogos Transformadores”, que estreou este ano, e teve como base o misto de entrevista e debate realizado em maio pela Folha e pela Ashoka e transmitido ao vivo pela “TV Folha”.

Nesta edição, o evento teve patrocínio da Unilever, que realiza campanha com a WWF para replantar um milhão de árvores no Brasil e na Indonésia.

Durante cerca de sete minutos, o minidocumentário abre espaço para as principais questões abordadas ao longo de duas horas e meia de evento, entre elas o replantio em escala de 12 milhões de hectares até 2030, resultado de acordo entre EUA e Brasil no ano passado, e as boas práticas que apontam caminhos pelo país.

“O Instituo Escolhas fez a conta de quanto custaria recuperar esse estoque. São R$ 52 bilhões de reais que se precisaria investir”, diz Sergio Leitão, fundador do Instituto Escolhas, ex-Greenpeace e um dos três protagonistas do debate.

De acordo com ele, esse investimento daria um retorno econômico na geração de 225 mil empregos e R$ 6 bilhões de impostos.

Ao lado dele, Elizabeth Carvalhaes, presidente-executiva da Ibá (Indústria Brasileira de Árvores), mostrou em que o Braisl é referência: “É o único país do mundo que não fabrica papéis oriundos de floresta natural.”

Os dois se juntaram a Suzana Pádua, presidente do Ipê (Instituto de Pesquisas Ecológicas), no time de protagonistas.

Os motivos que levam a uma derrubada de 764 mil km² da Amazônia Legal, equivalente ao território e uma Espanha e meia, também foram discutidos.

“É um desmatamento que aconteceu para uma baixíssima produção, ou seja, quase sem necessidade”, afirmou Ana Cristina Barros, da The Nature Conservancy e ex-secretária de Biodiversidade e Florestas do Ministério do Meio Ambiente.

Ela participou como debatedora, na segunda parte do evento, ao lado de Rodrigo Castro, da Associação Caatinga, e Aline Tristão, da FSC Brasil, ONG de certificação florestal.

Os melhores momentos do encontro foram consolidados também em um documento, disponível em PDF.

Para que a mensagem se espalhe pelo país, além de disponibilizar o vídeo em canal exclusivo e todo o material no site do Empreendedor Social, integrantes da Rede Folha de Empreendedores Socioambientais que atuam na área de educação, como o Instituto Brasil Solidário, vão ser multiplicadores do conteúdo.

O minidocumentário “Reciclagem“, o primeiro da websérie, já começou a chegar às escolas do Ceará por meio do IBS.

O evento “Diálogos Transformadores” tem mais uma edição marcada para setembro, sobre “Empoderamento Feminino”, também com patrocínio da Unilever, que realizou a campanha #UmaArvoreUmaVoz.

Cada tuíte com a hashtag da ação salvou uma árvore e as histórias dessas pessoas foram reproduzidas com a voz e o rosto da apresentadora Didi Wagner, em projeção no Ibirapuera no fim de junho.

Fonte: Folha de São Paulo

Deixe um comentário