Juiz vota contra a cassação de José Melo e processo é adiado

Abraham Peixoto inaugurou a divergência na sessão de hoje (8) e o processo deve voltar à pauta segunda (11).  Magistrado considerou que o governador já foi punido com a cassação pelos mesmos fatos apontados na outra representação que foi julgada em janeiro

O juiz Abraham Peixoto votou pela rejeição do voto que pede a cassação do mandato do governador José Melo (Pros) na mais recente ação que está sendo julgada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM). Com o voto de hoje (8) o placar fica em quatro a um pela cassação

O magistrado argumentou, em síntese, que Melo já foi punido com essa medida pelos mesmos fatos apontados na outra representação que foi julgada em janeiro: o contrato de R$ 1 milhão com a empresa de Nair Blair.

O relator, desembargador João Simões, pediu suspensão do julgamento até segunda-feira (11) por conta das questões levantadas por Abraham Peixoto. João Simões argumentou que precisa analisar com profundidade o voto de Peixoto.

Por: Aristide Furtado
Fonte A Crítica

Deixe um comentário