MPF estuda solução para o drama dos ribeirinhos atingidos por Belo Monte

O órgão quer garantir a permanência segura dos ribeirinhos no rio Xingu

O Ministério Público Federal realiza no dia 11 de agosto , em São Paulo, uma reunião para discutir o drama das famílias de ribeirinhos do rio Xingu afetados pela usina hidrelétrica de Belo Monte.  O órgão investiga e acompanha a situação de dezenas de famílias ribeirinhas.

Em entrevista ao programa Nossa Terra desta quarta-feira (27), a procuradora da República no Pará, Thais Santi, defende que se não houver interferência imediata no processo, o país vai assistir a “uma diáspora irreversível dos ribeirinhos do Xingu” e “Belo Monte ficará marcada pela eliminação definitiva de um modo de vida tradicional”.

Confira a entrevista no player acima.

Fonte: Agência Brasil – EBC
Com informações do MPF

Deixe um comentário