Follador critica descompromisso ambiental

Relator do projeto do Executivo que destina para inundação estações ecológicas, área de proteção ambiental e até uma reserva extrativista, para ampliação do lago da Usina Hidrelétrica de Santo Antonio, o deputado Adelino Follador criticou o prazo estabelecido para análise da matéria pelo legislativo, até dia 18.

Informando que precisa ouvir o consórcio construtor, as autoridades, a sociedade rondoniense, principalmente os segmentos ligados à preservação ambiental, eis que não vislumbrou no projeto qualquer preocupação com os Estudos de Impacto Ambiental (EIA).

Segundo o deputado a ideia é aumentar a altura da barragem em Santo Antonio, em Porto Velho, em mais 80 centímetros, e para isso o Governo tem de autorizar a inclusão na área do lago da usina (parte que ficará submersa), as áreas da Estação Ecológica Estadual Serra Três Irmãos, a Área de Proteção Ambiental Rio Madeira, da Floresta Estadual de Rendimento Sustentado do Rio Vermelho -C e da Reserva Extrativista Jacy-Paraná, para ampliação do lago artificial da barragem da Usina de Santo Antonio.

Fonte: Alto Madeira

Deixe um comentário