Site facilitará o comércio de produtos da Amazônia

Plataforma “Amazona Forest Trading” disponibiliza matérias-primas regionais que podem ser vendidas para outros países

Para ajudar a expandir o comércio de produtos oriundos da Amazônia para outros países, empreendedores de Manaus criaram o “Amazon Forest Trading”, ou “Floresta Amazônica em Negociação”, plataforma virtual que disponibiliza matérias- primas regionais para venda de forma sustentável preservando a floresta.

A tecnologia foi criada com o apoio do governo do Amazonas, via Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), em parceria com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

Desenvolvido no âmbito do Programa de Subvenção Econômica à Inovação Tecnológica em Micro e Pequenas Empresas (Tecnova), é possível com apenas um clique na página amazonforestrading.

Com.br conhecer os principais produtos em exposição, ver detalhes, descrição do material e fazer orçamento para efetuar a compra.

O trabalho desenvolvido pela empresa Liga Consultoria Técnica e Projetos em parceria com a Portela Woods busca o desenvolvimento de mercados para produtos, preservando a fl oresta e, viu neste mercado uma oportunidade de aproximar o comprador e o vendedor.

Entre os produtos em exposição na plataforma estão o açaí (polpa, pó e misturas), óleos como: pracaxi, açaí, andiroba, copaíba, castanha do Brasil e produtos madeireiros, “decks”, móveis e casas de madeiras.

Um dos responsáveis pelo projeto, Alexandre Rivas, disse que a ideia principal da plataforma é de fazer com que comprador e vendedor conversem.

“Qual é o problema que acontece muito na região? A pessoa produz o açaí no Amazonas, mas quem compra está nos Estados Unidos, por exemplo. Sabe quando eles vão conversar? Nunca. A ideia é desenvolver um sistema onde pudéssemos colocar em contato tudo isso, ou seja, passar para uma plataforma”, explicou Rivas.

Opções

O “Amazon Forest Trading” oferece um leque em opções de produtos do mercado amazônico facilitando a busca para o comprador e ainda irá movimentar economia do Amazonas por meio da venda e exportação dos materiais.

“Nosso trading é diferente. É a ideia de comércio da Amazônia.

Toda a exportação que foi feita por aqui, foi contratada pela o trading daqui. Sabemos que o mercado tem retorno, mas que é preciso que ter um planejamento para atender as demandas de outros locais”, enfatizou Rivas.

APOIO

“Amazon Forest Trading” é uma plataforma virtual criada com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) em parceria com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep)

Fonte: Amazonas em Tempo

Deixe um comentário

Um comentário em “Site facilitará o comércio de produtos da Amazônia

  • 11 de fevereiro de 2017 em 13:20
    Permalink

    precisa de representante nos eua, estou abrindo uma empresa de representação lá, tenho interesse em intermediar seus produtos com venda direta.

Fechado para comentários.